Artigos

Seus liderados devem ser apreciados — e não é difícil fazer isso

Líder deve saber como apreciar o colaborador

A gestão de pessoas é um dos pontos mais importantes das empresas. Afinal, uma equipe motivada será capaz de trazer resultados muito mais significativos para o negócio, uma vez que se sentirão mais comprometidas e envolvidas com ele.

No entanto, uma coisa é certa: nem todo gestor sabe apreciar o colaborador, e isso pode gerar muitos problemas no futuro, como aumento das taxas de turnover da empresa, construção de um time desmotivado e equipe sem perspectiva de futuro.

Os gestores precisam encontrar formas de mostrar aos liderados como eles são apreciados e como seus esforços no dia a dia fazem diferença para a empresa. Essa apreciação, porém, vai além do salário: é preciso abraçar outras formas de conseguir motivar ainda mais sua equipe.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Por que mostrar ao seu liderado que você o aprecia

Quem está inserido no mercado de trabalho sabe a importância do feedback e como ele pode influenciar na produtividade e no comprometimento dos funcionários.

Uma pesquisa realizada pela Hubspot apresenta alguns números importantíssimos que reforçam a necessidade de uma gestão muito mais próxima e transparente com seus colaboradores:

  • 69% dos funcionários dizem que trabalhariam mais se sentissem que seus esforços estão sendo reconhecidos;
  • 39% dos colaboradores afirmaram que não se sentem valorizados dentro das empresas;
  • liderados que são ignorados pelos seus gestores têm duas vezes mais chances de atuarem sem engajamento no trabalho;
  • colaboradores que possuem gestores mais ativos e interessados no crescimento da equipe têm trinta vezes mais chances de aumentar o engajamento e o foco no trabalho;
  • 4 a cada 10 colaboradores que não recebem feedback ou recebem muito pouco atuam de forma desengajada;
  • 43% dos colaboradores mais engajados são aqueles que recebem feedbacks pelo menos uma vez por semana;
  • 65% dos colaboradores afirmaram que querem receber mais feedbacks;
  • 58% dos gestores acreditam que dão feedbacks suficientes para seus colaboradores;
  • 98% dos colaboradores terão baixo engajamento quando os gestores dão pouco ou nenhum feedback;
  • 78% dos colaboradores disseram que ser reconhecido pelo trabalho que executam os deixa ainda mais motivados;
  • empresas que adotaram a rotina de feedbacks com os colaboradores tiveram a taxa de turnover reduzida em 14,9%.

Todos esses dados refletem a mesma questão: quanto mais feedback os colaboradores recebem e quanto mais os gestores atuam diretamente no dia a dia dessas pessoas, maior será o engajamento, o foco e a fidelização delas.

Funcionários focados e bem resolvidos com a empresa são, sem dúvidas, os pilares mais fortes para o crescimento do negócio. Uma equipe motivada é capaz de encontrar soluções para os maiores desafios do negócio e trabalhar diariamente para ajudar a empresa a conquistar seus objetivos.

Não é difícil demonstrar apreciação

Um artigo publicado na Harvard Business Review revelou a importância de mostrar aos colaboradores o quanto a empresa os aprecia. Nele, foram pontuadas algumas estratégias que vão muito além do pagamento.

Ao contrário do que alguns empresários pensam, ter um tempo diário para cumprimentar e conversar com os colaboradores pode ajudar a melhorar não só a sensação de ser apreciado como também a produtividade da equipe no dia a dia. Nessa interação, os gestores estarão criando um verdadeiro laço com seus funcionários, mostrando que eles se importam com o que está sendo feito, com o colaborador e com seu bem-estar.

Saber dar feedbacks também é uma característica importantíssima para um gestor e foi um dos pontos levantados no artigo da Harvard Business Review. É importante que os colaboradores saibam o que está sendo positivo, o que precisa ser melhorado e a possibilidade de contar com o suporte dos seus superiores para vencer os desafios que estão enfrentando durante a execução do trabalho.

Essa relação de feedback seja equilibrada. Ao passo que os pontos positivos precisam ser reforçados sempre que possível, também faz parte do trabalho, com teor de motivação, inclusive, apontar áreas que exigem melhorias e auxiliar a caminhada dos colaboradores durante essas mudanças.

O truque, de acordo com a HBR, é evitar entregar esses dois tipos de feedbacks ao mesmo tempo. Acredita-se que, quando os feedbacks de pontos positivos e melhorias são dados separadamente, o colaborador consegue assimilá-los de forma mais completa.

Outra questão importante que precisa ser trabalhada dentro das empresas para melhorar e ampliar a sensação de “apreciação” pelos colaboradores é a criação de oportunidades de crescimento. Todo colaborador que está envolvido com a empresa quer saber qual futuro aquela organização tem para sua carreira. É importante que os gestores conversem com seus colaboradores para identificar quais são seus objetivos, onde pretendem chegar, como a empresa pode ajudá-los a alcançar esses números e, claro, quais áreas precisam ser melhoradas para que isso seja possível.

A flexibilidade também se mostrou importante. De acordo com a HBR, os gerentes que deram aos colaboradores a possibilidade de trabalhar remotamente ou até mesmo chegar mais tarde depois de um trabalho extra observaram que os colaboradores identificaram essas ações como sinal de confiança. Para muitos, ter a flexibilidade pode ser o reconhecimento do potencial, confiança e profissionalismo daquele colaborador.

Apreciação vai além do pagamento

Um dos erros mais comuns cometidos pelas empresas é a ideia de que o pagamento é a maior forma de apreciação dentro das empresas. De fato, um bom salário é uma forma de reconhecimento do potencial dos seus colaboradores.

No entanto, ele não é o único: é necessário encontrar outras formas de mostrar para os liderados que eles realmente são apreciados pelo trabalho que executam diariamente nas organizações, como os feedbacks que pontuamos anteriormente.

Durante a pandemia, a gestão de pessoas precisou ser ainda mais detalhada, e apreciar o colaborador se torna uma necessidade. A incerteza, a preocupação e a mudança nos processos das empresas podem ter deixado o dia a dia dos funcionários ainda mais delicado.

Em um momento tão delicado, os profissionais que trabalham junto à equipe precisam saber atuar de forma diferenciada. Recomendamos a leitura do artigo Gestão estratégica de pessoas pode te ajudar a navegar uma crise.

Publicações relacionadas
Artigos

O profissional T do Marketing

Artigos

Leitura ganha destaque na quarentena

Artigos

Mumbuca, o dinheiro maricaense

Artigos

Os primeiros passos em machine learning