Artigos

Liberamos nossos cursos gratuitamente por causa da Covid-19. Veja os resultados

Resultados da gratuidade dos cursos premium da Rock University

Agilidade é a palavra de ordem para qualquer profissional de marketing esse ano. Se sua estratégia não mudou drasticamente desde o meio de março, você está semanas atrasado. Anteriormente eu já escrevi um guia para te ajudar a adaptar seu marketing. Agora, quero apresentar como a Rock Content está executando esse plano, com ótimos resultados.

Antes mesmo do primeiro trimestre de 2020 acabar, nos encontramos no meio de uma pandemia mundial com efeitos devastadores na economia e, principalmente, na saúde tanto física quanto mental das pessoas.

Especificamente, se você está no mercado B2B, está vendo um grande receio por parte de seus clientes em relação ao que pode acontecer no futuro. Esse receio é justificado, afinal, as pessoas estão isoladas em casa, diminuindo seus gastos e preocupadas.

Agora, se possui uma empresa de marketing, ou está em um departamento de marketing, sabe que nossa área geralmente é uma das primeiras a serem afetadas. “Se não vamos conseguir vender, então por que continuar com o marketing?” é um pensamento comum.

Em meu texto anterior já cobri os princípios para um bom marketing nesse momento.

Resumindo:

  • Adapte sua mensagem para o que as pessoas estão passando agora, seja útil para onde está atenção delas nesse momento. Não tente ser oportunista.
  • Foque no topo de funil e continue a crescer sua audiência, ela será útil no futuro. Visibilidade ainda é essencial.
  • Não seja agressivo na venda, entenda o momento das pessoas e as inseguranças delas. Você pode vender no futuro.

Como foco no segundo ponto, resolvemos disponibilizar, gratuitamente, alguns dos cursos pagos da Rock University, para ajudar as pessoas nesse momento em que muitos estão se isolando em casa.

O que fizemos

O momento em que realmente sentimos a gravidade que é a Covid-19 foi quando decidimos que todos os funcionários da Rock Content seriam obrigados a trabalhar remotamente, para a própria segurança deles.

Essa foi nossa primeira atitude.

A segunda foi começar a pensar em como poderíamos ser úteis para nosso público, que estava passando por um momento de insegurança em relação ao presente e ao futuro.

Em tempos de crise ou não, o princípio de que o marketing deve ser útil para o público não muda, mas para ser útil nesse momento era necessário nos adaptar. Mudamos todo nosso calendário editorial para trazer conteúdos que respondessem as dúvidas das pessoas sobre como fazer marketing na crise, impactos no mercado, mais webinars, etc.

Além disso, começamos a pensar em como ajudar ainda mais, e decidimos que liberar alguns de nossos cursos pagos da Rock University seria uma maneira rápida e eficiente de colaborar com o crescimento profissional nessa quarentena.

Definimos que liberaríamos semanalmente 5 cursos e ainda traríamos mais conhecimentos sobre o tema da semana nas nossas redes sociais, colocando os professores para interagir e tirar dúvidas ao vivo.

Também envolvemos a Rock.org, nosso braço de iniciativas sociais, e liberamos acesso ilimitado a todos os nossos cursos para alunos de escolas públicas, em parceria com a ONG Embaixadores da educação. O projeto se chama Fora Coronavírus.

Não pensamos em métricas nem metas naquele momento. Na verdade, sabíamos que essa ação não seria voltada para gerar negócios, e isso é ok no momento.Também, aceitamos que nossa receita de venda de cursos online seria impactada, por ser o mais certo a se fazer no momento.

É claro que também imaginávamos que daria visibilidade para a marca, mas foi muito mais do que o esperado.

Resultados

A Rock University possui (hoje, dia 09 de abril) 255.213 alunos registrados e 91.367 certificados.

Desses, 30.397 mil se cadastraram somente em março (sendo que a campanha começou na última semana do mês), 3x mais do que nosso melhor mês histórico. Abril mal começou e já tomou o segundo lugar.

Resultados da gratuidade dos cursos premium da Rock University

Com o aumento de cadastros e a liberação de um curso por semana, também tivemos um salto no número de certificados: 9.273.

Crescimento no número de certificados da Rock University

Desde o início dessa ação 1 pessoa está se certificando a cada 5 minutos, em média. Isso para mim já seria sucesso o suficiente, saber que estamos ajudando tanta gente.

Até o final da semana passada, os números de redes sociais impressionavam:

Crescimento das redes sociais da Rock Content

E houve um pico de novos seguidores no Instagram:

Pico de novos seguidores no Instagram da Rock Content

A quantidade de menções no Instagram e o volume de pessoas que estão postando seus certificados no LinkedIn é assustadora, o que me deixa bem feliz. Não só isso, apesar de não ser facilmente metrificável, o fato de essencialmente todas essas menções serem positivas, significa um trabalho bem feito.

Em termos de resultados, podemos considerar que essa foi uma ação que reforçou muito a percepção positiva de nossa marca, além de nos dar um alcance muito maior do que o normal.

Apesar de não estarmos metrificando os resultados em termos de contribuição para nossas vendas, não deixa de ser um grande sucesso para o nosso branding.

Resultados, de verdade

Como mencionei anteriormente, a decisão de fazer essa ação surgiu de forma espontânea, sem uma meta de negócio definida. O resultado é que até o momento tivemos zero novos clientes por causa dessa campanha, o que não importa muito.

Resultado, de verdade, é ver depoimentos como esse abaixo (selecionei um, mas recebo vários) e saber que estamos ajudando pessoas no meio desse furacão:

Comentário sobre a Rock University

Caso seja dono de uma empresa, ou trabalha com marketing, pense em como você pode ser útil nesse momento. Isso provavelmente não te trará resultados imediatos, mas pode esperar que em algum momento do futuro as pessoas se lembrarão.

(Ainda estamos na metade da campanha, esses números crescerão muito, mas preferi escrever esse texto agora, para que mais profissionais possam se inspirar e ajudar durante essa crise).

Publicações relacionadas
Artigos

Os primeiros passos em machine learning

Artigos

Dia dos Pais dá retorno para empresas

Artigos

Tique-taque, e mais um problema de dados aparece

Artigos

O que faz os Citizen Data Scientists