educação digital

Como a educação digital está mudando a forma como aprendemos

O tempo em que a educação digital não era levada a sério já passou. Hoje, a tecnologia promove diferentes tipos de aprendizado, seja no contexto educacional, organizacional, acadêmico ou, até mesmo, para o desenvolvimento pessoal. De multinacionais a monges (pode acreditar!), todos se beneficiam da transformação digital.

Nesse sentido, tratando especificamente da educação, observa-se que a relação mais próxima com os meios digitais trouxe mudanças no processo de aprendizagem.

Não falaremos aqui de sinapses nervosas e os efeitos da tecnologia no sistema nervoso, mas queremos explorar a nova relação que a sociedade estabelece com o conhecimento, observando possíveis evoluções no aprendizado em geral.

A tecnologia rompe barreiras

Sim, de fato a tecnologia rompe barreiras, sejam elas geográficas, sociais ou sejam, até mesmo, biológicas, como podemos ver nesta matéria do Jornal da Band.

Tratando do tema “tecnologia e inclusão de deficientes”, mostra os benefícios que os recursos digitais trazem para diferentes aspectos da vida dessas pessoas, desde assistir a uma peça de teatro até descobrir a cor de determinado objeto.

Barreiras econômicas e sociais

Brian A. Jacob, especialista em política econômica e educacional, observa em artigo para o Brookings que, nas últimas duas décadas, muita coisa mudou no campo da educação, uma vez que as inovações tecnológicas criaram mais oportunidades de aprendizado e ultrapassaram limites que prejudicavam o acesso à informação de qualidade.

No aspecto social, por exemplo, ele observa que estudantes menos favorecidos econômica e socialmente ganharam bastante com esses avanços, uma vez que na Internet o conteúdo disponível é igual para todos, independentemente de classe social.

Assim, a facilitação do acesso à Internet e às ferramentas digitais é capaz de democratizar o conhecimento.

Barreiras de idade (etárias)

Outro ponto de destaque é que o uso de aparelhos tecnológicos, bem como o acesso de crianças pequenas à tecnologias sensíveis ao toque (touch screen) faz com que o aprendizado por meios digitais ocorra cada vez mais cedo.

Os movimentos iniciais de alfabetização, assim como o aprendizado de números, cores etc. acabam sendo feitos também por intermédio desses aparelhos, antes mesmo da escola.

Da mesma forma, podemos ver casos em que a tecnologia auxilia idosos na assimilação de novos conhecimentos, promovendo, assim, o aprendizado em todas as idades.

Barreiras comportamentais

A inteligência artificial permite, por exemplo, que professores criem instruções diferenciadas para determinados alunos, a fim de adaptar o conteúdo às suas características.

No caso da dificuldade de aprendizado, ela pode ser superada por meio de sistemas inteligentes que avaliam fraquezas, pontos fortes e identificam exatamente onde é preciso melhorar. Assim, os professores conseguem nortear o seu trabalho com aquele aluno e atingir os pontos importantes para o seu desenvolvimento.

Como podemos ver, a tecnologia facilita o aprendizado, diminuindo obstáculos que possam prejudicar esse processo, não só no contexto educacional, mas em outros meios, como o organizacional, quando por exemplo é utilizada em treinamentos corporativos.

Continue lendo e saiba como as pessoas podem ficar mais inteligentes com recursos tecnológicos!

Tecnologias que facilitam o aprendizado

Existem alguns tipos de tecnologia que promovem o acesso ao conhecimento de um jeito mais fácil e, até mesmo, lúdico. Vamos agora destacar algumas delas e explicar como e porque elas atingem esse objetivo:

Gamificação

A gamificação é o uso do pensamento e do design de jogos em outros contextos. Bastante utilizada em treinamentos de empresas mais modernas, essa tecnologia envolve o aluno/usuário em questões que precisam ser resolvidas, mas de uma maneira lúdica e, dessa forma, promove o aprendizado de determinadas habilidades com mais naturalidade.

O benefício mais marcante desse recurso é a melhora na experiência de aprendizado do usuário, pois torna o processo divertido e próximo da realidade do aluno.

EaD

A Educação a Distância, conhecida como EaD, vem ganhando cada vez mais espaço no meio educacional, sendo adotada, inclusive, por universidades públicas e outras que também são conhecidas por sua ótima reputação acadêmica.

Sendo um exemplo claro da tecnologia ultrapassando limites geográficos, traz economia para o aluno, que não precisa se locomover para outro local, e disponibiliza um conteúdo com tanta qualidade quanto a modalidade presencial.

Pode ser encontrada sob a forma de Graduação, Pós-Graduação, Cursos de Extensão, Aperfeiçoamento, Treinamentos, Reciclagem, Palestras, Congressos etc. O estudo a distância hoje não causa mais espanto como no passado, sendo levado a sério por instituições, executivos e estudiosos de diferentes áreas.

Robotização

Para o diretor de novas tecnologias e inovação da Microsoft Brasil, Richards Chaves, a robotização é um caminho sem volta e, por isso, empresas têm investido cada vez mais nesse tipo de inteligência.

O exemplo citado no texto, sobre a tecnologia de robôs auxiliando professores a identificarem dificuldades específicas de alunos, mostra como a robotização pode tornar o aprendizado pontual e preciso. No entanto, discutiremos neste tópico outra consequência desse tipo de tecnologia na forma pela qual aprendemos.

O que ocorre é que a robotização inevitavelmente substitui as pessoas em determinadas funções, e é daí que surge aquele medo do desemprego estrutural e a ameaça da tecnologia. Porém, essa substituição aponta para outra questão ainda mais importante.

Em vez de os robôs tirarem o espaço das pessoas no mercado de trabalho, ocorrerá uma sofisticação maior das funções desempenhadas. Isso ocasionará em níveis cada vez mais elaborados de aprendizado, exigindo das instituições educadoras, incluindo as que empregam pessoas, um olhar diferenciado para o conhecimento, formando pessoas mais críticas e criativas.

Logo, como podemos ver, a educação digital, e todo esse avanço tecnológico que gera ferramentas educacionais cada vez mais completas, não transforma apenas a forma como aprendemos, mas a Educação como um todo.

Para continuar se atualizando sobre os impactos da Transformação Digital no Brasil e no mundo, acompanhe também o Portal TD.

Este texto foi produzido pelo Tiago Magnus, fundador do portal TransformacaoDigital.com e CMO da Clint.