Pesquisas

Raio-X das empresas bem sucedidas em Marketing de Conteúdo no Brasil

Raio-X das empresas bem sucedidas em Marketing de Conteúdo no Brasil

Um dos dados mais interessantes que a nossa pesquisa Content Trends 2017 revelou é que 71% das empresas brasileiras já utilizam Marketing de Conteúdo!.

Mas não ficamos satisfeitos apenas em saber quantas empresas utilizam essa estratégia. Perguntamos aos participantes se eles consideram as empresas que trabalham bem ou mal sucedidas em Marketing de Conteúdo.

Afinal, nada melhor que bons exemplos para se inspirar e tornar-se melhor, certo?

Neste post, vou te mostrar um Raio-X das empresas que se consideram bem-sucedidas em Marketing de Conteúdo para te ajudar a perceber quais os pontos em que elas prestam mais atenção e qual a relação deles com o sucesso que elas têm alcançado!

Quem são as vencedoras

A maioria – 57,8% — percebem-se como muito ou moderadamente bem-sucedidas. As outras 42,2% pensam ser pouco ou mal sucedidas (mas esperamos que mudem essa resposta na pesquisa do ano que vem, se prestarem atenção ao próximo tópico!).

Essas 57,8% são as empresas que decidimos avaliar neste post.

O que elas fazem para ser bem-sucedidas

Vários fatores separam as empresas que alcançam o sucesso no Marketing de Conteúdo daquelas que não conseguem sair do lugar usando essa estratégia.Confira como as melhores estão trabalhando:

33,1% exigem treinamentos e certificações

Marketing de Conteúdo não é matemática, mas exige detalhamento e precisão para funcionar. Não basta saber escrever bem para ser um bom profissional da área, e as empresas de sucesso estão percebendo isso.

Ainda é um número tímido, mas 33,1% delas exigem que o time tenha certificações e passe por treinamentos de Marketing.

Só na Universidade Rock Content, oferecemos um curso de Marketing Digital com 8 certificações diferentes, cada um deles sobre uma especificidade da área. Exigimos que nossos funcionários (não só do marketing) sejam certificados e não somos os únicos a fazer isso.

Levando em consideração que 47,1% das empresas que responderam à nossa pesquisa têm entre 2 e 5 pessoas trabalhando na equipe de Marketing, você não pode esperar que cada uma seja especialista no assunto de um só curso, por exemplo.

Se a sua equipe inteira não estiver bem preparada para lidar com os diversos processos do Marketing de Conteúdo, sua estratégia vai sofrer com isso, com certeza. As empresas bem-sucedidas já perceberam e estão à frente no mercado!

71,7% têm maturidade em Marketing de Conteúdo

Nós cuidamos da estratégia de Marketing de Conteúdo de mais de mil empresas, e cada uma é única.

Existem as que já entendem tudo sobre Marketing de Conteúdo e precisam da nossa ajuda apenas para escalar a produção, mas também há algumas que nem sabem exatamente como funciona o funil de vendas.

Empresa nenhuma é obrigada a saber cada detalhe do Marketing de Conteúdo assim que passa a adotar a estratégia. É natural que a maturidade sobre o assunto aumente com o tempo e à medida que a empresa passa a dedicar mais atenção a isso — principalmente com as certificações e treinamentos de que falamos no tópico anterior.

Mais de 70% das empresas que se consideram bem-sucedidas acreditam ter maturidade intermediária ou avançada em Marketing de Conteúdo. No caso das que acreditam ser mal sucedidas, 72,8% pensam ter maturidade apenas básica.

44,4% documentam a estratégia

Este é um ponto que eu já repeti em vários artigos, porque sempre me espanta que poucas empresas sigam o conselho: documentar a estratégia é essencial!

Como você espera saber o que está dando certo se não tem tudo registrado? Falamos em estratégia de Marketing de Conteúdo justamente porque é algo racional e analítico!

Registrar com cuidado todos os seus passos é muito importante para conseguir analisar em detalhes o que está sendo feito e quais os resultados são gerados a partir de cada ação.

Se a sua empresa ainda não documenta a estratégia de Marketing de Conteúdo, dê uma olhada no nosso post com várias dicas!

Prestam atenção aos formatos de conteúdo

Se você está familiarizado com Marketing de Conteúdo, já conhece a nossa máxima de que ele deve oferecer o conteúdo certo para a pessoa certa no momento exato.

O conteúdo pode ser veiculado de diversas maneiras, o importante é que tenha as melhores informações em um formato que atraia a sua persona e a faça percorrer o funil de vendas.

Perguntamos às empresas bem-sucedidas quais as melhores táticas de Marketing de Conteúdo para cada uma das etapas do funil.

No topo, em que estão os conteúdos de atração, blog posts foi o mais apontado (37,4%). Para o meio, ebooks ou whitepapers (26,2%). Já no fundo do funil, 24,3% das empresas acreditam que a melhor prática é investir em eventos presenciais.

É importante deixar claro que não há regras sobre qual tipo de conteúdo funciona melhor em cada etapa do funil. O que conta é a mensagem que você está transmitindo em cada um. É perfeitamente possível ter um ebook no topo do funil e blog posts em todas as etapas, por exemplo.

63% pretendem aumentar o investimento em Marketing de Conteúdo

A média do orçamento de Marketing dessas empresas que é direcionado ao Marketing de Conteúdo é de 26%.

No caso de 43,2% das empresas bem-sucedidas, o valor aumentou em relação a 2016, e a previsão é que cresça ainda mais até o próximo ano: 63% afirmam que vão separar uma fatia maior do orçamento até 2018 para o Marketing de Conteúdo!

Estão nas redes sociais

Fique à vontade para revirar os olhos para esse subtítulo. Afinal, quem não está nas redes sociais?

Lançamos um olhar mais específico sobre o assunto e perguntamos em quais redes as empresas bem-sucedidas em Marketing de Conteúdo estão marcando presença.

Facebook e Instagram são as vencedoras, e 97,3% e 74,2% das empresas estão nessas redes, respectivamente. Já no Linkedin, 56% das empresas têm conta, enquanto no YouTube são 51,3%.

Você não precisa estar em todas as redes sociais! Decidir em quais dela estará depende do perfil do seu público. Nós, da Rock, estamos em várias, porque falamos com CMOs e donos de grandes e pequenas empresas, mas também com redatores jovens que escrevem sobre diversos assuntos.

Por causa da diversidade do nosso público, para nós faz muito sentido ter um post brincando sobre o Dia dos Namorados no Facebook no mesmo dia em que compartilhamos um artigo cheio de estatísticas sérias sobre Marketing de Conteúdo no Linkedin.

Vai depender de análise saber se a sua empresa também pode trabalhar assim ou se uma estratégia diferente funciona melhor para o seu negócio. Seja como for, podemos te ajudar com dicas para navegar bem por qualquer rede em nossos posts sobre FacebookInstagramLinkedinYouTube!

Estão atentas a várias métricas

Se você quer saber qual time está ganhando uma partida de futebol, olhe o placar!

Nada mais óbvio, não é?

Também é assim que funciona com o Marketing de Conteúdo: você precisa ficar de olho em fatores mensuráveis para saber se está tendo sucesso.

Da mesma forma como não é por intuição que você percebe qual time está ganhando — mas porque a bola entrou na rede —, você só vai entender se sua estratégia está dando certo se checar métricas.

Veja as 9 métricas mais acompanhadas e a porcentagem de empresas bem-sucedidas que apostam nelas:

Tráfego no site (64,5%)

O seu site existe para ser visto, portanto é muito importante que você saiba exatamente quantas pessoas estão acessando.

Essa é uma métrica essencial, mas, sozinha, ela não diz muita coisa. Isso não significa que ela possa ser ignorada, mas precisa ser avaliada ao lado de outras métricas, como a geração de leads e, claro, as vendas, que veremos nos próximos tópicos.

Taxa de conversão (59,2%)

A taxa de conversão aponta resultados mais sólidos que apenas checar o tráfego do site. Ela mostra quantos visitantes efetivamente tomaram alguma ação que contribuiu para sua estratégia, como o preenchimento de formulários, assinatura de newsletter e, se tudo der certo, uma compra.

A análise precisa dessa métrica vai revelar o que mais converte no seu site e o que precisa ser melhorado para gerar mais conversões.

Geração de leads (57,1%), qualidade dos leads (37%) e crescimento em assinaturas (24,8%)

Leads são fundamentais para o Marketing de Conteúdo. O consumidor não quer mais ser incomodado com Marketing intrusivo, com pessoas ligando no meio do dia para oferecer algum produto que ele não pediu.

No marketing de conteúdo os leads são pessoas que já se interessaram pelo seu conteúdo e te cederam dados sobre elas em troca das informações que você tem. Vender para essas pessoas é uma tarefa mais fácil do que para alguém aleatório, afinal elas já demonstraram interesse.

Mas não basta medir a sua geração de leads, é necessário saber qual é a qualidade deles. Você precisa saber quais materiais e posts eles acessaram para decidir quais são os melhores conteúdos para enviar a seguir ou se é realmente hora de entrar em contato para falar de uma oferta.

Ficar atento ao crescimento de assinaturas de newsletters também é fundamental, já que ele indica aumento das leads e que o seu conteúdo tem despertado de verdade o interesse dos visitantes.

Vendas (52,8%)

No fim das contas, o que sua empresa realmente deseja com qualquer estratégia é melhorar as vendas, não é?

Porém, nem todas as empresas acompanham está métrica. O que não significa que não é importante checá-la.

É possível conferir quantas vendas estão sendo geradas diretamente pela estratégia (foram fechadas a partir do contato do lead com o seu conteúdo) e quantas são influenciadas por ela também.

Ranking em buscas orgânicas (SEO) (41,9%), tempo gasto no site (31,6%) e links Inbound (17,1%)

Estar bem colocado no Google é essencial para o sucesso de qualquer estratégia de marketing de conteúdo. Afinal, quase todo mundo clica somente nos primeiros resultados.

Já existem até vários memes sobre isso — um dos mais famosos é o bordão de que o “melhor lugar para esconder um corpo é na segunda página do Google”, e você pode ver diversos outros no próprio buscador.

Saber qual é a sua posição nas ferramentas de busca indica que seu conteúdo foi validado pelos algoritmos, que entenderam que ele é realmente relevante para o público. Nós já demos várias dicas sobre SEO e avaliamos as principais tendências no Brasil na nossa pesquisa SEO Trends 2017.

tempo de permanência no site também é um fator chave para o rankeamento, portanto deve ser acompanhado de perto. Ele pode atestar que seu conteúdo conquistou o visitante e que a usabilidade da sua página está no caminho certo.

Avaliar os links externos (ou seja, como outras páginas estão direcionando para a sua) é importante para o SEO porque aumenta sua credibilidade nos mecanismos de busca e, consequentemente, o número de acessos ao seu conteúdo.

É muita coisa, certo? Mas não é nada muito complicado ou impossível de adotar na sua empresa para se juntar ao time campeão em Marketing de Conteúdo! O primeiro passo para ser uma empresa bem-sucedida em Inbound Marketing isso é acumular mais conhecimento e colocá-lo em prática!

Confira nossas outras pesquisas e entenda cada vez melhor o cenário do Marketing de Conteúdo no Brasil!

Publicações relacionadas
ArtigosPesquisas

Pesquisa do Olist traz faz um panorama do setor de marketplaces e mostra tendências e oportunidades

ArtigosPesquisas

O que disse o cenário de tendências de conteúdo em 2019

Pesquisas

Content Trends 2019: os principais resultados da maior pesquisa de Marketing de Conteúdo do país

Pesquisas

Social Media Trends 2019: panorama das empresas e dos usuários nas redes sociais