Artigos

O que podemos aprender com as 10 empresas mais valiosas do mundo

companhias de sucesso

Você sabe quais são as empresas mais valiosas atualmente no mercado?

Conhecer mais sobre as táticas dessas empresas ao longo da história, o que levam como propósito e como lidaram com a atual revolução digital é interessante para toda iniciativa.

Entender sobre cada uma delas pode ser uma oportunidade de buscar insights para rever e otimizar processos na sua empresa, além de aguçar a percepção de mercado dos líderes e inspirar inovações na busca pelo sucesso.

Por esse motivo, trouxemos um ranking com as 10 instituições mais valiosas do mercado atual e um do que pode-se aprender com cada uma delas para se tornar uma disruptora.

A lista foi elaborada por meio do levantamento de valor de mercado de grandes empresas realizado pela provedora de informações financeiras Economática e publicada originalmente no portal Exame. Nela, cinco das dez empresas citadas possuem valor superior a 500 bilhões de dólares.

Quer saber mais sobre essas gigantes? Confira quem são e o que tem feito para conquistar números tão exorbitantes.

1- Apple

Em primeiro lugar está a Apple, a queridinha maçã. Hoje avaliada em 833,25 bilhões de dólares, a empresa que começou na garagem dos pais de Steve Jobs e popularizou computadores pessoais por meio da aplicação da interface gráfica no Apple II conquistou a posição de empresa mais valiosa do mundo e gera buzz e ansiedade a cada lançamento de produto.

Os aparelhos tão cobiçados da marca são projetados para serem intuitivos e agradáveis ao usuário, além de trazer grande versatilidade de recursos para entreter e facilitar a vida dele.

A empresa tem como diferencial a aplicação de processos criativos e inovadores na elaboração de novos produtos, como lançá-los e, não menos importante, como vendê-los. Conectividade, design elegante e softwares potentes são características dos aparelhos.

Além disso, a empresa sempre teve seu maior foco nas pessoas. Treinar bem seus funcionários para que entendam a dinâmica do mercado e dar a eles abertura para propor soluções criativas que agreguem valor à marca sempre foi um fator de grande importância, além do excelente atendimento e suporte aos clientes, que resulta em encantamento e fidelização.

2- Amazon

A Amazon é a segunda colocada na lista, com um valor de mercado de 734,85 bilhões de dólares. Atualmente, a empresa possui cerca de 540 mil funcionários espalhados por todo o mundo.

A empresa começou em 1994 já no meio digital com um ecommerce pioneiro de livros, onde os pedidos eram feitos de forma totalmente virtual, o que não era comum na época. Desde o início, a aposta era de que a empresa fosse líder no segmento, a maior do mundo.

Ao longo dos anos, a Amazon foi diversificando seu catálogo de produtos e, nos anos 2000, revolucionou mais uma vez com o lançamento do marketplace, um tipo de “vitrine virtual” para vender produtos de terceiros que pagavam à empresa para ter visibilidade por ali.

Sem dúvidas, a empresa sempre esteve à frente de seu tempo. Esse caráter inovador e visionário, de não hesitar em se arriscar, foi o que trouxe a empresa até onde ela está atualmente.

3- Microsoft

A empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen em 1975 tinha como objetivo inicial produzir um software para um computador da IBM em linguagem BASIC.

Hoje ela é uma das grandiosas do mercado, possuindo uma gama de softwares voltada para o meio corporativo e outros produtos digitais, dentre eles os famosos sistemas operacionais Windows e o Pacote Office.

A história da Microsoft é marcada por adaptações e visão de longo alcance diante das oportunidades. Com a popularização de computadores pessoais proporcionada pela interface gráfica da Apple, os fundadores da Microsoft criaram seu primeiro sistema operacional voltado a usuários domésticos, o Windows 1.0, que apesar de limitado levou a acessibilidade aos computadores para inúmeras pessoas e cresceu exponencialmente.

Atualmente, a Microsoft está avaliada em US$ 725,78 bilhões e é um nome respeitado no mercado que conta com os serviços online Bing, Windows Live e Xbox LIVE, Office 365, Dynamics CRM Online e Windows Azure. O objetivo da empresa é proporcionar experiências únicas para seus clientes: tanto consumidores, quanto empresas.

4- Alphabet

A Alphabet é um conglomerado de empresas multinacionais com sede na Califórnia que apresenta hoje um valor de mercado de US$ 723,48 bilhões. O nome pode parecer pouco conhecido, mas é ela que engloba todas as empresas vinculadas à Google, inclusive a própria Google.

A iniciativa foi criada para que o nome “Google” não centralizasse todas as atividades relacionadas à empresa, assim as companhias poderiam ter autonomia para atuar. Como conglomerado, cada empresa que tem um serviço vinculado ao Google pode ser gerida de forma independente, com maior liberdade de atuação.

A Alphabet se preocupa em incluir no seu portfólio tecnologias inovadoras para seus consumidores diretos, além da união de recursos para melhoria de seus próprios segmentos.

Seus líderes acreditam que um pouco de desconforto causado por iniciativas ambiciosas, o empoderamento de empreendedores e empresas em potencial e o pensamento a longo prazo garantem a relevância no mercado.

5- Facebook

Você provavelmente tem uma conta no Facebook e, se tiver uma empresa, ela também tem uma fanpage por lá, não é mesmo?

O Facebook é hoje a maior rede social do mundo com mais de 2,19 bilhões de usuários ativos por mês. A empresa é um destaque em conectividade e networking e está avaliada em US$ 505,93 bilhões.

A rede social nascida dentro da universidade de Harvard buscava desde o início aproximar e conectar pessoas que estudavam naquele campus, além de ajudar na organização de eventos e grupos de estudo. Devido ao sucesso, a ferramenta foi aberta para outras faculdades e, posteriormente, ao mundo todo.

Com um grande volume de pessoas presentes e conectadas na rede do Facebook, a implantação de anúncios publicitários de sucesso juntamente aos processos bem estruturados e tecnológicos por trás do algoritmo da rede social chamou a atenção de várias marcas que até hoje apostam nesse meio para veiculação de informações sobre seus produtos e serviços.

6- Berkshire Hathaway   

A Berkshire Hathaway é um conglomerado sediado em Omaha, nos Estados Unidos. Suas subsidiárias estão presentes em diversos setores e áreas diferentes, como varejo, ferroviária, indústria energética, seguros, imóveis, entre outros.

A visão da empresa está em providenciar a seus clientes serviços consistentes, confiáveis, responsáveis e excepcionalmente satisfatórios e, atualmente, está avaliada em US$ 489,0 bilhões.

7- Alibaba

O Grupo Alibaba tem sede na China e lidera o setor de ecommerce no país. Avaliado em 439,85 bilhões de dólares, o grupo de empresas possui sites de destaque tanto nas relações negócio-consumidor (B2C), quanto nas relações de venda livre entre consumidores (C2C).

O objetivo do Alibaba é transformar a forma como as pessoas veiculam propagandas, operam seus negócios e fazem compras. Seu sucesso diante desse objetivo é dado pelo investimento em uma infraestrutura online eficiente para que as empresas consigam alcançar seus clientes que, sem dificuldade possam realizar suas compras, e alavancar seus negócios.

8- JP Morgan Chase & Co

A JP Morgan Chase & Co é uma das sociedades financeiras mais antigas dos Estados Unidos, com mais de 200 anos de história. A companhia é resultado da fusão de várias outras entidades de participação social ao longo dos anos e seu valor de mercado atual é de US$ 377,85 bilhões.

A empresa foi pioneira em muitos setores. Como exemplo, em 1904, teve participação significativa na construção do Canal do Panamá, investindo 40 milhões de dólares para que a conexão dos Oceanos Pacífico e Atlântico fosse realizada.

Atualmente, atua como consultora financeira e estratégica para grandes multinacionais e empresas emergentes, oferecendo sistemas de gestão de recursos, investimento, processos e patrimônio.

9- Johnson & Johnson

Apresentando um valor de mercado de 343,43 bilhões de dólares, a Johnson & Johnson, empresa especializada em produção de artigos farmacêuticos, de higiene pessoal e utensílios médicos emprega atualmente 125 mil pessoas, estando presente em 60 países.

Para cumprir seu objetivo de proporcionar às pessoas a experiência de viverem vidas mais longas, saudáveis e felizes, a empresa investe fortemente em comunicação com seu público explorando canais digitais, auxiliando na decisão de compra e se aproximando do consumidor.

A empresa teve também presença marcante nos últimos anos nos estudos de vacinas contra o vírus Ebola e no envio de suprimentos e medicamentos a refugiados na Síria, Jordânia e Turquia.

10- Exxon Mobil

Por fim, e com um valor avaliado de 342,64 bilhões de dólares, a Exxon Mobil é uma multinacional americana especializada em gás e petróleo. A companhia opera as marcas Exxon, Mobil e Esso e pretende se tornar a principal empresa petrolífera do mundo, sem deixar de aderir a altos padrões éticos e mantendo a sustentabilidade.

A empresa aposta suas fichas na ideia de que o crescimento populacional futuro vai resultar em uma maior demanda energética, e que o desenvolvimento e aplicação de tecnologias inovadoras será o caminho para vencer esse desafio.

Não se limitando ao objetivo de aumentar a produção de energia, a companhia também volta seus esforços para o incremento de processos, produtos e tecnologias focados em entregar uma maior eficiência energética, para moderar o consumo exacerbado.

O que podemos aprender, afinal, com as empresas listadas?

Sabemos que toda a empresa começa a partir de uma ideia de suprir as necessidades do seu público e que o caminho até o sucesso não é fácil. Todavia, muitos desbravaram esses caminhos, que são muitos, e mostraram que é possível.

Entendendo um pouco mais sobre as empresas bilionárias, podemos observar um destaque para aquelas voltadas para o ramo de tecnologia: somam 6 das 10 empresas mais valiosas do mundo, ocupando, inclusive, as 5 posições mais altas da lista.

Esse fato nos faz refletir sobre a necessidade constante de transformação dentro das empresas para reinventar seus processos, otimizar aquilo que tem a oferecer para o consumidor e não se desvalorizar devido aos não acompanhamento de metodologias do cenário econômico atual.

Quer saber um pouco mais sobre transformação digital, o impacto que ela causa na sociedade e como essa mentalidade pode ajudar a fazer os números do seu negócio darem um salto?

Então confira também o artigo “Transformação digital: entenda a estratégia que está revolucionando o mercado” escrito pelo CMO da Rock Content, Diego Gomes, sobre a necessidade de inovar no cenário atual.

Publicações relacionadas
Artigos

Computação Quântica: conheça a tecnologia que revolucionará o futuro

Artigos

Conheça a estratégia do atacadista Assaí para atrair micro e pequenos empreendedores

Artigos

Google se torna marketplace com compras também pelo Youtube

Artigos

Cartões de varejistas: como potencializar os resultados dessa estratégia