Artigos

Gestão estratégica de pessoas pode te ajudar a navegar uma crise

Gestão estratégica de pessoas na crise

As crises são responsáveis por fazer empresários dos mais diversos setores reavaliarem sua estrutura organizacional e encontrarem alternativas para driblar os desafios.

No momento, fomos pegos de surpresa com o novo coronavírus, e a crise que a pandemia está gerando poderá impactar diversas empresas de uma forma completamente diferente de tudo o que conhecemos.

A necessidade do isolamento social fez com que empresas mudassem sua forma de atuar no mercado, reorganizassem as estruturas de trabalho e processos produtivos e, principalmente, tivessem que realizar uma gestão estratégica de pessoas para garantir que o número de desempregados no país não tenha um crescimento muito acelerado.

No entanto, como muitos empresários foram pegos desprevenidos, será necessário encontrar soluções diferenciadas no meio da crise, exigindo muita resiliência e ousadia para conseguir superar todos os obstáculos que apareceram e aparecerão a seguir.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Sua empresa faz uma gestão estratégica de pessoas?

Infelizmente, é comum encontrarmos empresas que ainda não realizam a gestão estratégica de pessoas.

No modelo tradicional de negócios, os colaboradores são contratados para ocuparem determinados cargos e moldarem seu processo produtivo dentro das demandas e necessidades da empresa. Até certo ponto, essa lógica ainda faz sentido.

Contudo, para garantir uma equipe satisfeita e que realmente se dedica no dia a dia, é importante entender quem são seus colaboradores, quais são suas necessidades e suas preferências e como suas características podem agregar cada vez mais nos resultados do negócio.

Cada colaborador tem uma habilidade que poderá ser fundamental para o crescimento do negócio. O gestor estratégico será capaz de conversar com cada um deles, identificar essas características e saber como direcionar cada um deles para as áreas em que serão mais produtivos e eficientes.

Uma crise pode ser o momento ideal para se pensar em gestão estratégica de pessoas

O momento de instabilidade abala os mais diversos setores, e exige que os empreendedores sejam capazes de realizar mudanças e flexibilizar o modelo de trabalho em tempo recorde para continuarem com as portas abertas.

Nesse momento, a gestão estratégica de pessoas precisa ser eficiente e trabalhar com a possibilidade de realizar o remanejamento dos colaboradores. O gestor precisará ter uma visão sistêmica do cenário atual e do mercado em que a empresa está inserida, avaliar quais são as possíveis mudanças nos processos produtivos e no modelo de negócio e, a partir daí, orientar os colaboradores para atuarem nas frentes em que serão mais estratégicos e produtivos.

A qualificação é peça fundamental para a equipe

Ter uma equipe de RH devidamente capacitada permitirá que os profissionais efetuem, de fato, a gestão estratégica de pessoas.

Tanto em um período de crise quanto após esse momento, será de extrema importância garantir que a sua equipe esteja devidamente alinhada com os objetivos da empresa, e tenha os recursos necessários para executar suas tarefas com qualidade.

É importante que o empresário ouça o que seu time de recursos humanos tem a dizer, identifique as dificuldades que esses profissionais estão enfrentando dentro da organização e, a partir daí, encontre as opções de capacitação mais interessantes para cada necessidade.

Não é possível ignorar a otimização de processos

A otimização de processos é uma das etapas mais importantes para aplicar as melhorias necessárias na área de recursos humanos. Os profissionais que atuam nesse time precisarão avaliar o que está sendo aplicado atualmente, se os resultados de gestão de pessoas estão sendo eficientes ou se é necessário otimizar algumas ações para conseguir ter um retorno melhor.

Mesmo que durante a crise as coisas fiquem um pouco mais urgentes, é interessante ter o controle da situação e fazer essa autoanálise, identificando quais foram os erros e acertos dentro do setor e observar como mudar. Importante ressaltar, também, que é fundamental garantir que toda a equipe esteja alinhada com os interesses do negócio.

Os reajustes no fluxo de trabalho podem acontecer dentro do modelo de gestão integrada. Nesse contexto, todas as áreas de organização trabalharão em um planejamento voltado para os objetivos da empresa.

A equipe precisa estar alinhada

O planejamento de ações estratégicas dentro da empresa precisa ser conduzido pelo setor de recursos humanos para garantir que todos os profissionais estejam alinhados e trabalhando de acordo com os interesses da empresa, mesmo que precisem ser realocados para outros setores.

Um erro muito comum, e que pode afetar a companhia ainda mais em um momento de crise, é a criação de um plano de metas e objetivos diferentes para cada setor, quando na verdade todas as equipes precisam estar alinhadas para conquistar de forma mais rápida e eficiente os resultados esperados.

É essencial que todos os profissionais saibam qual é a realidade da empresa, onde a organização quer chegar, quais são os desafios nesse momento e, a partir daí, serem capazes de colaborar para conseguir superar os obstáculos que surgirão em um momento como esse.

Sua empresa pode não conseguir a implementação total, mas ainda assim se beneficiará

A necessidade eminente da gestão estratégica de pessoas durante a crise causada pelo novo coronavírus pode trazer uma nova perspectiva de modelo de negócios. O que antes era algo engessado, hoje é mais flexível, e é esse tipo de flexibilidade que ajudará as empresas a se adaptarem nesses momentos de dificuldade.

Como ressaltado, é comum que, em meio à crise, essa gestão não seja feita de forma completa. É possível que muitas empresas conseguirão trabalhar apenas uma pequena porcentagem do que deveria ser o todo (e isso não é um problema).

A grande questão aqui é ser capaz de continuar trabalhando e desenvolvendo habilidades de gestão estratégica mesmo após a normalização das relações comerciais: as empresas precisam aproveitar esse momento para entender a necessidade de repensar as formas de trabalho, abraçar a tecnologia e identificar o valor da gestão de pessoas.

O setor de gestão de pessoas, muitas vezes, passa despercebido dentro das companhias. Tanto para os pequenos empreendedores quanto para os mais experientes, lidar com as diferentes habilidades e características dos funcionários não parece algo tão importante. Entretanto, é possível notar, principalmente diante uma crise de nível mundial, a importância de trabalhar bem todo o processo de prospecção e manutenção de colaboradores.

Dentre todas as revoluções que acontecem no mercado, se destaca a necessidade de entender e gerir bem pessoas, em todos os níveis: desde as relações com os consumidores, que passaram a ter mais voz e a exigir personalização de produtos e serviços, até a gestão de colaboradores, que se mostraram peças fundamentais para o crescimento e manutenção da empresa de forma sustentável e duradoura.

Diante um momento de crise como estamos vivendo, a incerteza assola os mais diversos níveis: desde o diretor até o vendedor da empresa, todos estão com grandes dúvidas a respeito do futuro.

Saber unir os pensamentos, opiniões e experiências pode ser a peça que faltava para encontrar soluções diferenciadas e eficientes para driblar todos os desafios que surgirão a partir de agora. O diferencial entre as empresas de sucesso e aquelas que perderão muita competitividade no mercado é apenas um: como usar a inteligência do negócio para sobreviver em tempos de coronavírus.

Todos os setores precisarão de adaptação. É preciso ter calma, respirar fundo, e avaliar dados de mercado. Um detalhe que fará toda a diferença nesse momento é a comunicação: quanto mais fidelizados forem seus consumidores, maiores as chances de garantir o suporte dessas pessoas durante um momento tão delicado. Para isso, é importante aprender como adaptar seu marketing de maneira ágil em meio ao coronavírus (e superar a crise).

Publicações relacionadas
Artigos

Sistemas de gestão de aprendizagem auxiliam a aumentar o LTV de empresas

Artigos

Como o Facebook ainda está crescendo?

Artigos

Compaixão e liderança vão bem juntas?

Artigos

A Mídia Out-Of-Home durante o coronavírus