Desenvolva sua equipe

Para a hotelaria sair da crise é preciso inovar digitalmente

cases de sucesso

A hotelaria sabe que para sobreviver no meio de tanta crise é preciso se inovar.

Entre diversas alternativas para se hospedar e com a popularização dos aplicativos digitais de hospedagem — como o Airbnb — os hotéis, pousadas e hostels estão cada vez mais ameaçados.

É difícil competir pela atenção dos hóspedes quando o seu concorrente está fazendo campanhas digitais e oferecendo serviços com muita mais opção, menos burocracia, recheado de tecnologia e preços mais baratos.

Encarando essa realidade não há outra saída para os hotéis a não ser embarcar nas novidades do mundo digital. Neste artigo, vamos fazer uma análise do mercado e propor soluções que vão te ajudar a transformar essa situação.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

A hotelaria está falindo

Antes de ser editora-chefe do Inteligência Rock Content, eu trabalhei na área de hotelaria por um ano.

Fazia a parte de comunicação com os hotéis e a frase que eu mais ouvia era “não temos hóspedes, estamos falindo”. Confesso que meu coração ficava apertado por não saber como ajudá-los.

Depois que comecei a estudar marketing digital, vi inúmeras possibilidades e conselhos que eu poderia ter dado para aqueles negócios — principalmente porque muitos eram antigos, de família e no interior do estado. Por conta dessa dívida que ainda sinto, decidi escrever esse artigo.

Tenho a consciência da importância da tecnologia para a sociedade e da necessidade de acompanhar as tendências. Porém, mesmo sabendo que muitos negócios têm essa mentalidade, também sei que eles não sabem por onde começar.

Ainda mais pelo marketing digital ser recheado de vertentes e palavras técnicas, que acabam confundindo ainda mais aquele profissional que se encontra preso em um mercado consolidado, sem enxergar a saída.

No entanto, existe algo que o mercado de hotelaria sabe muito bem como funciona: o perfil dos seus consumidores. Então, vamos começar esse artigo de uma forma familiar e falar sobre pessoas.

Pessoas no centro de tudo

Uma grande vantagem do mercado de hotelaria é que os hóspedes sempre foram o centro da estratégia e não a tecnologia.

Isso é um bom começo, já que uma grande dificuldade da transformação digital das empresas é trocar o foco da tecnologia pelo foco no cliente.

Dessa forma, é fácil identificar quem é a persona do negócio, ou seja, o cliente ideal. Construindo essa representação semi-fictícia do seu hóspede, conseguimos começar a montar a estratégia em torno de um objetivo: conquistar e encantar esse cliente.

Integrando informações no meio digital

Muitos hotéis já pedem algumas informações dos hóspedes, mas que são preenchidas em fichas e ficam em enormes relatórios impressos.  Por conta disso, é fácil perder os dados e não aproveitar as oportunidades que o conhecimento sobre o seu consumidor oferece.

Para resolver esse problema, o primeiro passo que precisa ser dado é treinar toda a equipe e deixá-la ciente da importância de digitalizar esses dados em uma só plataforma, para que eles possam estar integrados. No entanto, você somente vai conseguir fazer isso acontecer ao criar uma cultura sólida entre os funcionários.

Depois disso, ficará mais fácil analisar as informações dos clientes e colocar a estratégia em prática.

Entendendo a jornada do hóspede

Sabe quando você vai em algum lugar e te perguntam como você o descobriu? Se foi um amigo, internet ou algum outro meio de comunicação? Essa pergunta nos permite entender um pouco sobre a jornada do cliente. Porém, essa é só a ponta do iceberg.

Antes de decidir ficar no seu hotel ou pousada, essa pessoa com certeza fez várias pesquisas em mecanismos de busca como o Google e em sites de turismo. De acordo com o Think With Google, não existe mais uma divisão de canais offline e online, sendo que cerca de 96% dos clientes pesquisam online antes de decidir em que loja física vão comprar.

Então, se você não está presente desde o início da pesquisa do seu cliente, a sua oportunidade de ser a escolha dele é ainda menor.

Após conseguir fazer isso acontecer você precisa encantar essa pessoa e convencer que é a melhor opção para ela. Como fazer isso? Com experiência, valor, relevância e conteúdo.

Criando valor para o cliente

Vamos supor que após pesquisar “hotéis aconchegantes e baratos” no Google, o futuro cliente achou o seu negócio na primeira posição. Ele entrou no site e sua atenção foi de aproximadamente 8 segundos — que é o tempo que a maioria das pessoas demoram para sair da sua página e ir para outra.

Se você não oferece um conteúdo visualmente apresentável, com escaneabilidade, imagens bem selecionadas e um título que chama atenção, a sua chance de conseguir conquistar ele será mínima.

No entanto, se você faz tudo isso, mas apresenta um conteúdo irrelevante para essa pessoa específica, ter uma boa apresentação não fará sentido.

Portanto, para fazer com que seus visitantes se interessem por você é importante ter uma combinação de uma boa apresentação com um conteúdo relevante. Para fazer tudo isso você vai usar uma estratégia chamada marketing de conteúdo.

Usando conteúdo para vender

A maioria das pessoas gosta muito de uma marca e são fiéis a ela. Por que isso acontece? Por que quando pensamos em refrigerante logo vem a Coca-Cola à nossa mente? E quando pensamos em energético, lembramos da Red Bull?

Essa lembrança causada é fruto de um trabalho de marketing muito bem feito usando conteúdo! Quando a marca se relaciona com momentos que são importantes para nós, automaticamente criamos assimilações e uma relação de familiaridade com ela.

Por conta disso, o conteúdo em seus diversos formatos tem como uma suas funções a comunicação e o engajamento com o público.

Nesse cenário, onde o seu negócio entra? Se a sua empresa cria uma assimilação do hotel com momentos importantes da vida, automaticamente nos sentimos mais próximos dele e a chance de querer ter essa experiência vai ser muito maior!

Tendo isso em mente e sabendo da importância de criar um valor, você vai poder se destacar dos seus concorrentes. Quer saber um pouco mais sobre esse assunto e compreender os termos a fundo? Baixe o nosso material gratuito sobre marketing de conteúdo e entenda os primeiros passos dessa estratégia.

CTA-marketing-de-conteudo-primeiros-passos

Publicações relacionadas
ArtigosDesenvolva sua equipe

Como começar sua estratégia de marketing de conteúdo em 2019

Desenvolva sua equipe

Vale do Silício: empresas que podem te trazer insights valiosos

Desenvolva sua equipe

Marketing de Conteúdo para Educação em uma estratégia concreta

Desenvolva sua equipe

Customer Success e onboarding: o segredo de uma aliança perfeita