Artigos

Preparado para inovar seu modelo de negócios? É agora ou nunca

Necessidade de inovação no modelo de negócios

A crise chegou sem avisar e agora diversos negócios não sabem se sobreviverão à pandemia. Nesse contexto, quais são as ações necessárias para que as companhias driblem as dificuldades e permaneçam de portas abertas durante um momento tão delicado como o que estamos vivendo? 

Empresários precisarão reavaliar e considerar a inovação no modelo de negócio. Esse processo, no entanto, não é nem simples e nem rápido. Trata-se de algo que exigirá muito planejamento, estudo e testes para encontrar as melhores alternativas para cada tipo de empresa.

As mudanças já começaram a acontecer: alguns negócios tiveram de se adaptar para continuar atendendo aos seus clientes. Mas mesmo que essa atitude tenha sido tomada em caráter de urgência, ela precisa continuar sendo avaliada e otimizada após a crise, para garantir que aconteça uma inovação real dentro do negócio.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Seu modelo de negócio mal sobreviverá à crise? É hora de pensar em inovação

Não é raro encontrarmos empresários preocupados com o futuro do negócio. Uma crise que exige isolamento social e que diversos tipos de empresa fechem as portas, demanda que os profissionais se reinventem e que diferentes negócios sejam completamente transformados.

Uma das modificações mais comuns que estamos vivenciando é a adoção de serviços de entregas. Se você tem um restaurante, por exemplo, pode ser uma boa alternativa mudar o modelo de negócios de “in loco” para delivery, se adaptando à necessidade de continuar entregando os melhores produtos e serviços para seu cliente de forma mais prática e segura.

Universidades e outras instituições de ensino também estão mudando sua forma de atuar: esses estabelecimentos estão abraçando o ensino à distância para dar continuidade aos planos de aula e garantir que alunos continuem estudando, mesmo durante o isolamento.

O market place de empresas como Magazine Luíza e Americanas.com abriu as portas para pequenos negócios, e agora é possível que esses estabelecimentos contem com o suporte e visibilidade dessas plataformas para continuar vendendo seus produtos.

A mentalidade digital é mais do que necessária neste momento

Já há algum tempo os profissionais batem na tecla de que o digital deixou de ser uma opção e se tornou uma obrigação para as empresas que querem manter a competitividade.

Nesse momento de crise, a mentalidade digital se tornou uma peça chave para a inovação no modelo de negócios: os consumidores estão mais conectados durante a quarentena, e as empresas precisam estar nos meios digitais para conseguir se comunicar com essas pessoas.

Serviços básicos como supermercado e farmácia tiveram um aumento considerável da demanda via e-commerce. Um relatório feito pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostrou que, desde o dia 24 de fevereiro até o dia 18 de março, houve um aumento de 111% nas compras online em estabelecimentos de saúde; 80% de aumento em compras de supermercado e 83% no setor de perfurmaria e beleza, se comparados com o período semelhante ao ano anterior.

Mais do que nunca, o marketing digital se torna necessário. Esse é o momento de as empresas se fortalecerem nas redes sociais, melhorarem sua relação com os clientes e, possivelmente, garantirem uma melhor competitividade, sem deixar de lado a empatia e compaixão com o momento que vivemos.

Um exemplo foi a Netflix, uma das maiores plataformas de streaming de filmes e séries do mundo que sugeriu, espontaneamente, séries e filmes disponíveis apenas nos catálogos dos concorrentes. Para fazer a orientação, a empresa pontuou seriados que são semelhantes aos seus maiores sucessos e até a franquia de Harry Potter, comumente pedida diariamente pelos seus seguidores nas redes sociais.

Essa ação mostra como é possível manter o seu posicionamento, clientes fidelizados e, em meio à pandemia, uma competitividade mais saudável.

Os clientes mais fidelizados certamente poderão ter um papel fundamental na manutenção e no crescimento da empresa durante o momento de crise, ajudando a fortalecer pequenos negócios e consumindo ainda mais, com as alternativas de delivery.

Como buscar a inovação no modelo de negócio

A busca pela inovação no modelo de negócio se tornou uma necessidade para as empresas de todos os setores e dos mais diversos portes. Afinal, o modelo tradicional de consumo já mudou com a necessidade do isolamento social e o fechamento de alguns tipos de negócio para o público geral.

Isso está fazendo com que, de forma rápida, os empresários busquem por alternativas diferenciadas para conseguir continuar funcionando enquanto respeitam as normas de saúde e segurança determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O GetNinjas, empresa que ajuda a conectar profissionais autônomos a clientes, teve uma redução considerável do seu quadro de demandas. Afinal, a contratação de pedreiros, pintores e profissionais de serviços gerais, durante a pandemia, certamente cairia.

No entanto, a empresa precisou fazer alguns ajustes e encontrar soluções diversas. Agora, a plataforma permite a contratação de profissionais que conseguem atuar sem a necessidade do contato presencial, como professores de idiomas, instrutores de yoga e até técnicos de TI. Essa foi uma demanda pontual devido à circunstância do país, mas é de se esperar que os serviços continuem crescendo dentro da ferramenta.

Há negócios, no entanto, que sentirão um pouco mais: espaços de coworking, que dependem do rodízio de pessoas, ficarão mais prejudicados.

As mudanças estão acontecendo de forma dinâmica e é necessário se preparar. Há pouco tempo para testes: será necessário trabalhar e mensurar, em tempo real, se as alternativas realmente fazem sentido ou se serão necessárias outras adaptações.

Esse modelo pressionou empresas de todos os ramos a pensarem na gestão estratégica de negócios, de pessoas e na adaptação de processos internos.

É importante ter a consciência de que, mesmo quando a crise passar, é necessário continuar trabalhando com a inovação do modelo de negócio e ter uma estrutura que permita a flexibilidade, principalmente para situações de crise e problemas inesperados, como os que estamos enfrentando agora.

Ter essa fluidez dentro da empresa garante que o negócio se adapte às mais diversas situações, e isso dá aos empreendedores a chance de reformular e continuar de portas abertas de forma sustentável.

A necessidade de inovação no modelo de negócio pode trazer um desconforto para os empresários, e isso é perfeitamente normal. No entanto, é fundamental para garantir o crescimento e o desenvolvimento do negócio, em qualquer situação.

O momento de crise pode ser o que faltava para repensar a estrutura da empresa e encontrar alternativas que fazem mais sentido, considerando não só a necessidade dos clientes, como também os possíveis investimentos em tecnologia.

Continuar atento a respeito das novidades e das medidas de segurança da OMS é fundamental para manter o negócio sempre em movimento durante a crise. É importante avaliar se o mercado, as tendências e os consumidores ainda estão respondendo positivamente ao modelo de negócio da empresa.

Aproveite a visita ao nosso blog e leia mais sobre A Teoria do Cisne Negro aplicada ao coronavírus.

Publicações relacionadas
Artigos

Predizer ou prescrever, eis a questão

Artigos

Por que focar em small data?

Artigos

Como liderar com a ansiedade ao seu lado

Artigos

Compras em lojas físicas: ao vivo, mas sem sair de casa