Notícia

Última aposta da Intel em Inteligência Artificial é uma negociação de U$ 2 bilhões vinda de Israel

Intel continua a apostar em Inteligência Artificial

Para impulsionar sua estratégia de inteligência artificial, a Intel adquiriu a israelense Habana Labs por “aproximadamente U$ 2 bilhões”. A startup oferece chips de computador que ajudam nos processos de produção de inteligência artificial. A Habana Labs levantou por volta de U$ 120 milhões durante seu tempo de atividade como uma companhia privada para investidores, incluindo a própria Intel.

A Habana afirma que “alguns dos processadores aguentam até quatro vezes a quantidade de dados por segundo que chips rivais aguentam — um fator chave para os pesados loadings do treinamento de Inteligência Artificial”.

É compreensível porque a Intel valoriza esse tipo de performance, já que seu centro de dados atende clientes de vários tamanhos implementando projetos diferentes. Isso ajudaria a Intel a “se envolver com crescentes demandas em computação, memória e conectividade”.

Leia também

A qualidade de dados na era da inteligência artificial

Androides sonham? – Frontiers #1, evento da MIT Sloan Review Brasil, discute Inteligência Artificial

Além do preço robusto da negociação, um conjunto cada vez maior de recursos de Inteligência Artificial também é parte da oferta que a Intel fez para a Habana Labs, que agora divide sua equipe de 120 pessoas entre escritórios em Tel Aviv, em Israel, e San Jose, na Califrónia.

De acordo com o release divulgado à imprensa, a Habana permanecerá como uma unidade de negócio independente depois da aquisição, mas reportará para o Data Platforms Group da Intel, lar das tecnologias de Inteligência Artificial da companhia.

Outras aquisições recentes da Intel também trabalham em chips de processamento, incluindo a Barefoot Networks e a NetSpeed Systems. Em 2016, aconteceu a compra da Nervana Systems, que desenvolve chips específicos para Inteligência Artificial, pela gigante norte-americana.

Este conteúdo é uma tradução e adaptação do texto originalmente produzido pelo Crunchbase

Publicações relacionadas
Notícia

Nova edição do Frontiers Unlocked, evento da MIT, conta com participação do CEO da Rock Content

Notícia

Frontiers Unlocked — Evento online da MIT Sloan Review Brasil acontece de 5 a 7 de maio

Notícia

Rock Content e Revista HSM convidam Daniel Martins de Barros para webinar ao vivo sobre saúde mental na quarentena

Escolhas do EditorNotícia

Rock Content e MIT Sloan Management Review convidam Silvio Meira para webinar ao vivo sobre liderança digital