Inteligência artificial: nem todo mundo está preocupado que ela tire seu emprego

A inteligência artificial pode vir de uma forma mais simples ou até mesmo resolver grandes problemas da sociedade. No entanto, muitas pessoas sentem seus empregos ameaçados, mas nem todo mundo. Nesse artigo vamos discutir o futuro da tecnologia e as mudanças que ela vem causando.

Quando ouvimos falar de inteligência artificial logo pensamos nos filmes de ficção científica que envolvem robôs e imagens futurísticas. No entanto, essa tecnologia não está tão longe assim.

Ela pode vir em aspectos mais simples, que as empresas já estão explorando. Em 2017, no Facebook, os chatbots começaram a negociar com usuários. Além disso, podemos ver várias notícias de sistemas que ganharam grandes jogos de entretenimento ao competir com humanos.

No entanto, esses sistemas inteligentes não são somente de empresas tech. Avanços de inteligência artificial na medicina e na agricultura, entre outras indústrias diversas, estão sendo usados de maneira inovadora.

O problema é que esse fator está assustando muitas pessoas que sentem seus empregos ameaçados pela substituição da máquina. Porém, não é todo mundo que está preocupado com isso.

Nesse artigo vamos discutir o futuro da tecnologia e as mudanças que ela vem causando.

A inteligência artificial criará novas oportunidades

Novos dados da Accenture Strategy acham que os profissionais que trabalham em todo o mundo estão mais dispostos a trabalhar com máquinas inteligentes do que imaginamos.

Esse estudo, feito em novembro de 2017, entrevistou 14.078 profissionais com idades maiores de 18 anos e 1.201 executivos seniors em 11 países do mundo.

AI Jobs

Mais de dois terços dos entrevistados enfatizaram a importância de aprender novas habilidades para trabalhar com tecnologias emergentes, como a inteligência artificial (AI), nos próximos três a cinco anos. E 62% dizem que acreditam que esses tipos de tecnologias irão criar mais oportunidades para sua empresa.

Além disso, 45% acreditam que a inteligência artificial os ajudará a fazer seu trabalho de forma mais eficiente.

AI Jobs

No entanto, não é todo mundo que pensa da mesma forma.

Uma pesquisa da Gallup e da Universidade do Nordeste de outubro de 2017, por exemplo, descobriu que apenas 14% dos consumidores norte-americanos disseram que a AI criará mais oportunidades de trabalho. Porém, uma maioria significativa de respondentes (73%) disseram que a AI vai eliminar mais empregos que criar.

De um modo geral, muitos especialistas estão conversando sobre o impacto dessa tecnologia no mercado de trabalho. Confira esse podcast do eMarketer:

Empresas que estão fazendo a diferença

Apesar de todas essas questões, algumas empresas no mundo todo estão tirando de letra a utilização dessa tecnologia e fazendo a diferença. Conheça 5 que você deve ficar de olho em 2018 de acordo com a INC.

1. SoundHound

O SoundHound existe há 13 anos e passou esse tempo tentando construir o assistente de voz mais poderoso de todos os tempos. Primeiramente, essa empresa começou criando um aplicativo de reconhecimento de música Shazam chamado Midomi.

Agora, o aplicativo Hound recém-lançado é capaz de responder a prompts de voz complexos, como "Mostre-me todos os restaurantes abaixo do preço médio dentro de um raio de cinco milhas que estão abertos depois das 10 horas, mas não inclua lugares chineses ou pizzaria" ou "Como é o clima na capital do maior estado dos EUA?"

Em vez de converter o idioma em texto, como a maioria dos assistentes virtuais, o AI combina o reconhecimento de voz e a compreensão do idioma em um único passo, o que ajuda a acelerar os resultados e a reduzir os erros.

 Sua tecnologia também está sendo aplicada em grandes soluções como robôs domésticos e carros inteligentes.

Os investidores estão entusiasmados: depois de arrecadar US $ 40 milhões ao longo de sua primeira década, a empresa fechou uma  rodada de US $ 75 milhões em 2017 para expandir internacionalmente.

No entanto, ainda assim, o SoundHound enfrenta uma forte concorrência de gigantes de AI como o Google Assistant, Alexa da Amazon e o Cortana da Microsoft.

2. Freenome

A possibilidade de detectar câncer usando amostras de sangue, fez com que crescesse o número de startups bem financiadas que estão se especializando nisso.

Freenome é uma dessas empresas, e seus objetivos são mais elevados do que a maioria. Enquanto outras organizações se concentram na detecção da existência de câncer, Freenome afirma que sua AI pode usar o sangue para identificar onde o tumor está localizado e se é maligno ou benigno.

Em seu processo, essa inteligência verifica o DNA no sangue, detecta sinais biológicos de câncer e depois faz previsões sobre onde ele está e que tipo de tratamentos funcionariam melhor.

 A empresa realizou milhares de testes e está trabalhando na detecção de câncer de próstata, mama, cólon e pulmão. Graças à aprendizagem de máquina, o seu software torna-se melhor na triagem ao longo do tempo.

Antes que ele possa fazer muito mais, a Freenome está verificando as ações necessárias para garantir a aprovação regulamentar e lançar ao público. A startup fechou uma rodada de US $ 72 milhões em 2017 para atingir esses objetivos.

3. Bowery Farming

A agricultura também está se tornando muito diferente com o avanço da tecnologia. A Bowery Farming, empresa de criação de agricultura vertical, promete o cultivo dentro de casa.

Os sensores em cada instalação coletam pontos de dados em relação a fatores como umidade, temperatura e luz.

Além disso, as câmeras observam mudanças menores à medida que as plantas crescem e, graças à visão de máquina, a IA da empresa pode determinar e ajustar rapidamente as condições ideais para um lote particular, otimizando assim o rendimento, gosto, textura e cor.

A empresa afirma que uma fazenda Bowery é 100 vezes mais eficiente por metro quadrado do que uma fazenda tradicional.

 Ano passado ela anunciou uma rodada de financiamento de US $ 20 milhões em 2017. Seus produtos, que não exigem nenhum pesticida ou produtos químicos, já estão em grandes lojas dos EUA como Whole Foods.

4. Simply

A Simply é uma empresa brasileira de tecnologia com foco na inovação. Ela faz a transformação digital das empresas clientes.

Essa transformação não é somente sobre fazer um produto digital. Ela envolve todo o negócio e tem o foco de tornar o processo e mentalidade das empresas digitalizados.

Em matéria de tecnologia, a Simply aplica essas soluções principalmente no mercado financeiro desenvolvendo Inteligência artificial, Automação de processos, OCR, Robotização, Data Mining e Redes Neurais.

Dessa forma, eles conseguem aumentar a eficiência operacional e a produtividade das instituições financeiras.

5. Spoke

Essa tecnologia tem como objetivo saber mais sobre sua empresa do que você. Ele permite que sejam feitas perguntas sobre a empresa como regras do RH e questões de estrutura.

O Spoke pode responder às consultas dos funcionários no aplicativo, Slack, e-mail ou mensagem. Seu objetivo é economizar o tempo que os funcionários normalmente passam fazendo perguntas e manter o seu escritório funcionando sem problemas.

O componente de aprendizagem de máquina do sistema permite que ele processe e aprenda informações enquanto conversa com pessoas, armazenando novas respostas para o futuro.

 Fundada em 2016 por três ex-Googlers, a colocação em operação fechou uma rodada de US $ 20 milhões em novembro de 2017.

Ela foi lançado no início de 2018 e promete ajudar com a produtividade dos funcionários e melhora do aproveitamento do tempo.

Para saber mais cases, confira essa lista do Fortune com 100 empresas que estão liderando a inteligência artificial.

A tecnologia ajudará a resolver problemas mundiais

Como você pode ver nos exemplos acima, essa tecnologia está ajudando a resolver problemas mundiais como a fome e doenças fatais.

Apesar de toda a ajuda das máquinas, esse trabalho só é possível com especialistas no comando e pessoas com ideias fantásticas para criar novas oportunidades e posições de trabalho!

The World as 100 people gráfico

Como você pode ver no gráfico acima do projeto The World as 100 People, a nossa realidade só vem melhorando e com a tecnologia esse número será exponencial.

Basta saber como ela pode ser aplicada para resolver problemas e melhorar o mundo. Seja trazendo uma solução ou automatizando trabalhos já exigentes.

The World as 100 people

Por conta disso, é preciso se atualizar e acompanhar as novidades para não ficar para trás. Pensando nisso, muitas empresas estão buscando transformar digitalmente os seus negócios, não só pensando na digitalização do seu produto e sim inserindo a mentalidade digital em todo o processo da empresa.

Conheça mais sobre a transformação digital e como aplicá-la na sua empresa nesse artigo completo.