Artigos

Empresas que não consideram marketing conversacional em suas estratégias ficarão obsoletas

Marketing conversacional é bom para atendimento e relacionamento de empresas com clientes

Desenvolver uma boa comunicação com os clientes pode diminuir o seu ciclo de vendas, gerar uma experiência incrível para o consumidor e ainda oferece a oportunidade de aprender mais sobre eles. É nisso tudo que está envolvido o marketing conversacional.

Focar em estratégias que consideram o marketing conversacional pode elevar o patamar da sua empresa no mercado. Deixar de dar atenção a essa estratégia pode tornar todo um negócio obsoleto.

Desafios de grandes empresas para implementar o marketing conversacional

O marketing conversacional é muito importante para o desenvolvimento das empresas. Para alcançar bons resultados, é preciso superar alguns desafios.

Integração do time de Marketing com o de Tecnologia

Quando se fala em comunicação no ambiente virtual, alguns empreendedores têm a ideia (errada, diga-se de passagem) de que precisa de uma pessoa disponível para atender o público o tempo todo.

O avanço tecnológico e as ferramentas de Inteligência Artificial (IA) permitem que a companhia se comunique com o seu público, desafogando o time de marketing e melhorando a experiência do consumidor. Para isso, a empresa deve investir em ferramentas que ajudem toda a equipe nesse processo. Um exemplo é o uso dos chatbots.

Ele é capaz de atender mais de uma pessoa ao mesmo tempo sem gerar nenhum trabalho humano, sem que seja preciso se preocupar com questões trabalhistas ou se a qualidade do trabalho está caindo.

Humanização das interações

O uso das ferramentas de IA, como os chatbots, ainda apresentam um desafio: a humanização das interações.

Os clientes querem ser compreendidos, por isso é necessário personalizar o chatbot de modo que ele consiga dar ao cliente um contato próximo e relevante.

Existem empresas no Brasil que apostaram na ideia de um chatbot humanizado e ganharam o favoritismo do público. Um exemplo é a Magalu, do Magazine Luiza.

Como começar a trabalhar com marketing conversacional

Uma recente pesquisa da Drift mostra que as principais reclamações recebidas pelas empresas que usam suas estratégias sem levar em conta o marketing conversacional são:

  • dificuldade de encontrar respostas simples (reclamação de 34% dos entrevistados);
  • dificuldade para navegar no site da empresa (apontado como problema por 30% dos entrevistados);
  • os detalhes básicos de um negócio são difíceis de se encontrar (queixa de 25% dos entrevistados).

Os chatbots são excelentes opções para melhorar o marketing conversacional .

Capturar novos leads

No primeiro contato, o chatbot pode pedir informações sobre o seu cliente, como o nome dele e o e-mail que usa. A conversa continua e o bot consegue fazer perguntas que o ajudam a resolver o problema do cliente.

Qualificar os leads

Agora já se sabe um pouco mais sobre as necessidades do seu cliente prospectivo. Isso permite direcionar o lead, mostrar a ele a valor que a empresa tem e como ela pode resolver o problema dele. Nessa etapa é possível unir a sua estratégia de marketing de conversação com o Inbound Marketing.

Direcionar o lead para o setor de vendas

A estratégia de marketing conversacional transforma as páginas do site da empresa em um ambiente amigável e, por isso, é responsável por aproximar o cliente da sua marca.

Assim, os leads que já estão qualificados podem ser passados para o setor de vendas, onde o vendedor entrará em contato (com acesso a todas as informações do cliente) e conseguirá prestar um atendimento personalizado e exclusivo para o consumidor.

Tendências do marketing conversacional que devem se intensificar no próximo ano

Os chatbots realmente ganharam espaço no mercado e já estão presentes em muitos sites de empresas.

Entretanto, existem outras tendências do marketing conversacional que prometem se intensificar no mercado.

Facebook Messenger

A primeira delas é o Facebook Messenger, que pode captar os leads. O uso de chatbots nessa ferramenta ajuda sua empresa a responder rapidamente o cliente e a estabelecer a sua marca como autoridade no mercado.

WhatsApp Business

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens instantâneas mais utilizado no Brasil. Algumas pessoas preferem utilizar essa ferramenta a ligar em um estabelecimento para verificar uma informação.

Por isso, pode ser de grande ajuda usar as funções do WhatsApp Business com sabedoria para o seu negócio. É possível programar respostas que esclarecem as dúvidas do seu público também.

Processos de inteligência artificial que ajudam no marketing conversacional

O marketing conversacional com o uso da inteligência artificial melhora alguns processos que podem fazer toda a diferença no branding da marca.

Agilidade nas respostas

Responder rapidamente o cliente torna a conversa inteligente e gera satisfação. O consumidor fica mais motivado a fazer compras na sua empresa.

Interações personalizadas

O cliente não quer “mais do mesmo”. Ele precisa se sentir exclusivo e entender que a empresa se importa com o problema que ele apresenta. Por isso, é preciso investir em ferramentas que customizem o atendimento de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Conteúdo de qualidade e de acordo com o público

Um ponto básico do ser humano é que ele quer ser entendido. Dessa forma, é necessário conhecer o público e usar ferramentas com uma linguagem natural e que seja capaz de se conectar aos clientes.

Investir no marketing conversacional vai ajudar a sua empresa a crescer no mercado e a ganhar popularidade com o público. As pessoas querem cada vez mais agilidade acompanhada de uma personalização do atendimento.

Empresas que não consideram marketing conversacional em suas estratégias ficarão obsoletas. Para entender o panorama sobre marketing digital, especificamente conteúdo, confira a Content Trends 2019.

Publicações relacionadas
Artigos

Grandes empresas conseguem manter um atendimento pessoal com a ajuda da tecnologia

Artigos

Depois da Lista do Não me Perturbe, como as empresas de telefonia podem chegar aos consumidores sem incomodá-los

Artigos

Experiência Criativa é a evolução de Customer Experience

Artigos

Para implementar o marketing ágil é essencial ter uma cultura baseada em dados