Marketing da Tesla

Marketing da Tesla: descubra como ele está revolucionando o mercado automobilístico

A Tesla Motors tem se destacado como uma das principais montadoras de carros elétricos. Para se tornar cada vez mais significativa no mercado automobilístico, a empresa utiliza diversas estratégias de marketing que fazem toda a diferença.

Nesse texto, você conhecerá essas estratégias da montadora que estão revolucionando o mercado automobilístico.

Início da Tesla

Antes de falar sobre os recursos de marketing que a Tesla utiliza, vamos voltar no tempo e conhecer um pouco sobre como foi a fundação da montadora.

A Tesla foi criada por Martin Eberhard e Marc Tarpenning em 2003, na Califórnia. Um marco importante nos primeiros passos da montadora foi a entrada em 2014 de Elon Musk, um dos empresários mais bem sucedidos do mundo.

Apesar de ser fundada em 2003, o primeiro modelo da montadora foi lançado apenas em 2008. Desde o seu começo até a data de hoje, a Tesla só produz carros que utilizam energia elétrica como fonte de propulsão.

tesla

Agora que você já sabe o básico sobre o início da Tesla Motors, vamos ao principal neste texto: o marketing que ela utiliza.

Confiança no próprio produto

Isso pode até soar um pouco clichê, mas confiar no próprio produto é a principal estratégia de marketing que uma empresa pode utilizar — e a Tesla faz isso muito bem.

Imagine só se a Tesla não confiasse que seus carros fossem realmente bons e que a sua tecnologia elétrica não fosse eficiente. Seria um total desastre, afinal, se a própria empresa não acredita em si, os clientes também não vão.

Sem contar que, quando a Tesla diz que confia nos próprios produtos, ela acaba fazendo propaganda da própria marca, e assim, as pessoas se sentem mais instigadas a comprar um dos modelos da montadora.

Esse é o passo inicial para que qualquer empresa consiga fazer de seus produtos um sucesso, e nesse quesito, a Tesla age com maestria.

Não gasta com anúncios

Você já viu algum comercial da Tesla na televisão? Ou algum outdoor com a foto de um modelo de carro da montadora? Com certeza, a resposta é não.

Isso porque ela não gasta com anúncios. Sim, é isso mesmo, nenhum centavo é gasto com propagandas.

Para esse fato, existem duas justificativas:

A primeira é que a Tesla já possui sua marca estabelecida. Com suas ações alternativas de marketing, a montadora tem garantido um público fiel.

Há também outra justificativa para o não gasto com anúncios: a fábrica da Tesla não tem capacidade de atender à todas as reservas de carro de uma vez só, nem de produzir todas as baterias necessárias.

Por isso, eles preferem não fazer propagandas para não venderem mais do que conseguem produzir.

De qualquer jeito, a Tesla tem se mostrado brilhante ao não gastar seu orçamento com anúncios e mesmo assim ser uma das montadoras que mais vendeu veículos elétricos.

Empresas consolidadas gastam mais em anúncios do que a Tesla

Perto de grandes empresas como a GM e Ford, a Tesla ainda está engatinhando no quesito experiência.

Porém, a montadora gasta muito menos em anúncios do que as outras duas empresas gigantes do automobilismo. Enquanto a GM gastou mais de 5 bilhões de dólares, e a Ford mais de 4 bilhões com marketing em 2016, a Tesla só investiu 48 milhões em marketing.

Para efeitos de comparação, vamos incluir outra montadora que produz veículos elétricos: a Nissan. A montadora gastou cerca de 14 milhões de reais com propaganda para seu carro elétrico, o Nissan Leaf, e vendeu cerca de 6 mil unidades do veículo.

Enquanto isso, a Tesla não gastou quase nada com propaganda e só nos três primeiros meses de 2017, vendeu cerca de 25 mil unidades de seus veículos.

Outras montadoras estudam o sucesso da Tesla

Como vimos anteriormente, a Tesla tem agido de forma um pouco peculiar na promoção de seus veículos.

Que os carros elétricos da Tesla são bons e muito inovadores, ninguém dúvida – muito menos a própria montadora – mas como ela está conseguindo fazer tanto sucesso?

Essa é a pergunta que muitas outras montadoras estão tentando responder. Elas estão estudando todas as estratégias utilizadas pela Tesla para tentar entender qual é a “fórmula secreta” para tanto sucesso sem gastar com propaganda.

Enquanto essas montadoras estudam, a Tesla continua crescendo em popularidade e em cifras.

Mas vamos voltar às outras estratégias que a Tesla utiliza.

Venda direta

A Tesla não vende seus carros por meio de intermediários. Essa é uma estratégia que faz com que todo o poder de venda esteja nas mãos da montadora, que inclusive, pode lucrar mais com essa medida.

Além disso, os compradores acabam pagando menos, pois não há a comissão de intermediários incluída no preço do veículo.

Todos os carros estão disponíveis para compra apenas no site oficial da Tesla. Vendas presenciais do veículo não ocorrem, sendo assim, toda a comercialização dos veículos da Tesla é centralizada no meio digital. (Você já se imaginou comprando um carro no e-commerce?)

Por conta disso, a montadora está enfrentando processos jurídicos nos Estados Unidos, pois em alguns estados, como Alabama, Texas e Utah não permitem que a própria montadora venda seus veículos de forma direta, como a Tesla faz.

É possível encontrar “lojas” (ou showrooms) da Tesla em diversos shoppings pelos Estados Unidos, mas os carros não estão à venda lá. Nesses lugares, os veículos estão apenas expostos, e quem quiser comprar algum precisa entrar no site da montadora.

Tesla

Presskit: informações de todos os modelos no site da Tesla

Por vender seus carros elétricos somente pelo site oficial, a Tesla também disponibiliza uma página, nesse mesmo site, em que é possível encontrar todas as informações de todos os veículos da montadora.

Nessa página, chamada Presskit, as informações são passadas de forma bem clara e objetiva, sem enrolação.

Assim, fica mais fácil para quem está em dúvida saber qual modelo comprar. Além de centralizar as vendas, a Tesla também quer centralizar os dados dos carros de forma a manter o internauta sempre em seu site, sem que ele precise recorrer a outros lugares para obter informações.

Presença nas redes sociais

Todos sabem a importância que as redes sociais têm em nosso cotidiano. Por meio delas, é possível se comunicar em tempo real, compartilhar momentos e ter acesso a muitas informações.

Por isso, a Tesla não poderia deixar de marcar presença nas mídias sociais, como Facebook, Youtube, Instagram, entre outras.

Manter um perfil atualizado e sempre postar notícias, vídeos e fotos faz com que o público se sinta mais próximo da empresa e esteja sempre informado dos lançamentos e aberturas de vendas.

Todas as contas de redes sociais da Tesla são mantidas, monitoradas e alimentadas pela própria montadora.

Essa é mais uma área que a Tesla quer comandar sozinha, sem a interferência de mais ninguém, o que é muito importante para que ela tenha um contato mais direto com seus clientes.

Campeã nas discussões online sobre carros elétricos

As mídias sociais não são apenas um lugar para a exposição de informações, mas também um espaço de interação e discussão com os internautas.

É essencial para a empresa ter esse contato com o público, que pode mandar mensagens e reagir a todos os posts. Dessa forma, as mídias sociais também servem como uma espécie de termômetro para que se possa entender se a direção tomada pela montadora está certa ou errada.

A Tesla é considerada uma das montadoras mais influentes da internet, liderando o ranking de engajamento — discussões nos comentários — sobre carros elétricos.

Nesse ranking, a Tesla deixa grandes montadoras como BMW, Volks, Toyota e GM comendo poeira. Isso mostra que o público está correspondendo muito bem à presença da empresa nas mídias sociais.

Já no ranking de menções, a montadora ocupa o terceiro lugar, com o um total de 94 milhões de comentários que mencionaram seu nome.

Atualmente, esses números relacionados à popularidade na internet são muito importantes, pois mostram o nível de influência que a empresa tem.

Elon Musk também marca presença nas redes sociais

No tópico anterior, falamos sobre a importância de uma empresa estar presente nas redes sociais. Também chegamos à conclusão de que a Tesla está fazendo um excelente trabalho de divulgação nessas mídias.

Mas qual seria a importância da atividade de um CEO nessas plataformas online? Digamos que seria essencial.

E é por isso que Elon Musk, diretor executivo da Tesla, está muito presente nas mídias sociais. Ele é um dos CEO’s mais seguidos do mundo, com aproximadamente 12,5 milhões de seguidores.

O visionário só fica atrás de Bill Gates, que possui mais de 38 milhões de seguidores na internet.

Essa participação de Elon é muito importante, pois permite que os clientes possam entrar mais no mundo da Tesla de uma forma um pouco mais informal, através da visão do CEO.

Liberação de todas as patentes gratuitamente

Você pode estar aí pensando que a Tesla é realmente muito legal com seus concorrentes por liberar todas as patentes de seus veículos gratuitamente na internet.

Mas não é bem assim; isso foi, na verdade, uma baita jogada de marketing.

Segundo a Tesla, a liberação das patentes foi feita para que os modelos de carros elétricos sejam cada vez melhor desenvolvidos.

Com isso, a montadora espera que os carros elétricos possam se tornar mais populares, fazendo com que seu mercado se torne mais amplo no futuro.

Além disso, é ótimo para a montadora criar uma imagem de pioneira na tecnologia dos veículos elétricos, que criou algo tão bom que decidiu liberar a ideia para o uso de qualquer outra empresa do ramo.

Essa é mais uma das estratégias, digamos, diferentes da empresa. E o mais incrível é que está dando certo.

Criação de nomes impactantes

Convenhamos: o nome é o cartão de visita de um produto; e quando o assunto é a criação de nomes impactantes, a Tesla é uma das melhores.

Supercharger

Por exemplo, ao saber que a Tesla disponibiliza um Supercharger para seus clientes, você logo pode pensar que essa deve ser uma super estação de carga para carros elétricos. E realmente é.

O Supercharger é capaz de carregar a bateria de um carro da Tesla muito mais rápido que uma estação convencional. Além disso, a recarga no Supercharger é gratuita para os donos de veículos da montadora.

Roadster

Esse é outro nome criativo e muito impactante que a Tesla resolveu dar ao seu primeiro veículo.

Em 2020, a montadora lançará a segunda geração do carro, que promete ser o veículo elétrico comercial mais rápido do mundo.

Gigafactory

Ao pensar no nome Gigafactory, pode vir à mente uma fábrica imensa e muito tecnológica. Se foi isso que você pensou, acertou.

Falaremos sobre ela no próximo tópico, mas podemos adiantar que essa fábrica é simplesmente incrível (e muito grande).

Powerwall

Outro produto que impressiona só pelo nome é o Powerwall, uma bateria domiciliar capaz de ser carregada com energia solar.

Essa bateria, apesar de ser para uso doméstico, também é produzida pela Tesla, que também cria soluções energéticas para casas.

E a criatividade da Tesla não para por aí, existem muitos outros nomes impactantes que a empresa criou para seus produtos. Para saber mais sobre isso, acesse o site da montadora.

Fazendo uma ação rápida

Outra importante parte de um plano de marketing revolucionário é a ação rápida quando algo não vai muito bem ou ultrapassa as expectativas.  E isso a Tesla faz muito bem.

Ao notar que seu novo carro elétrico, o Model 3, estava ganhando um destaque muito maior que o esperado, a montadora decidiu agir de forma rápida.

Não que a empresa não quisesse vender o modelo, mas muitas pessoas estavam com uma expectativa muito alta sobre um carro produzido para ser um modelo de entrada.

O Model 3 não é tão rápido e potente como o Model S, por exemplo, e isso porque o segundo modelo é muito mais caro que o primeiro.

Para barrar essas expectativas, a Tesla decidiu tomar uma medida anti-vendas, na qual o Model 3 não estará disponível para test-drive durante os 9 primeiros meses após seu lançamento.

Além disso, nenhuma propaganda do veículo será feita. Dessa forma, a empresa espera que apenas aqueles que entendam que o veículo é mais simples possam reservá-lo.

Construindo projetos faraônicos

Após conhecermos as principais estratégias de marketing utilizadas pela Tesla, que tal sabermos um pouco mais sobre os projetos incríveis que a empresa está construindo?

Gigafactory: a maior fábrica do mundo

Para atender a grande demanda por carros, a Tesla está construindo a Gigafactory, considerada a maior fábrica do mundo.

Com uma área de 176 mil m², e um investimento total de 5 bilhões de dólares, a fábrica será a responsável por produzir as baterias de lítio utilizadas nos carros elétricos da montadora.

A construção ainda não está totalmente finalizada, mas alguns espaços já estão sendo usados para a fabricação das baterias do Model 3. A Tesla pretende finalizar a construção de toda a fábrica até 2018.

Compra da Solar City

Em 2016, a Tesla comprou a empresa Solar City por cerca de U$ 2,6 bilhões. Com isso, a montadora começou a expandir seus horizontes e oferecer aos clientes não só carros elétricos e baterias domiciliares, mas também painéis solares e outras soluções de energia limpa para casas.

A intenção da Tesla é integrar a venda de suas baterias Powerwall com os painéis solares, tudo em um só contrato. Dessa forma, os clientes poderão comprar o serviço completo.

A expectativa da montadora é poder dominar o ramo de energia sustentável e trazer à população soluções cada vez mais tecnológicas.

Após essa enxurrada de informações sobre o marketing revolucionário da Tesla e sobre os projetos que ela está realizando, não há como negar que essa empresa é realmente uma das melhores e mais inovadoras do ramo automobilístico. Resta saber quando é que veremos sua primeira loja direta no Brasil!