ArtigosOpinião

Red Bull: vendendo energia com estratégias de conteúdo

Red Bull

Red Bull te dá asas. Você com certeza completa essa frase quando ouve o nome dessa marca e esse é um dos efeitos da estratégia majestosa de branded content da Red Bull.

Recentemente, estava conversando com o André Mousinho, nosso especialista de SEO, sobre marcas mestres em marketing de conteúdo e ele me lembrou da Red Bull. Achamos interessante escrever sobre essa empresa já que ela vende seu produto sem  mencionar o que realmente fornece para os consumidores.

Afinal, como a Red Bull, uma empresa com menos de 3 décadas, se tornou top of mind em energéticos sem mencionar que vende esse produto?

Em suas campanhas está claro como a marca sempre está cercada de energia e é isso que ela vende por meio do conteúdo. Por fim, é essa estratégia que engaja e encanta os clientes criando um afeto e valor na sua relação com a empresa.

Essa é a linha tênue entre negócios que sabem criar um conteúdo relevante e empresas que somente procuram fazer conteúdos para acrescentar sua estratégia de marketing digital.

Nesse artigo, vamos entender um pouco do posicionamento da Red Bull.

Relacionando energia e esporte

Em 2007, a Red Bull criou sua própria empresa de mídia para lidar com suas estratégias de marketing e distribuição de conteúdo digital: a Red Bull Media House, que hoje é um dos principais nomes da indústria de marketing do mundo.

Para compreender melhor como essa marca criou sua imagem e relação com o conceito de energia, vamos parar analisar suas campanhas.

Desde sua criação, a Red Bull foi relacionada com esportes e atividades físicas. Por isso, a maioria das suas peças gráficas e comerciais usam essa abordagem.

No entanto, essa associação entre energia para praticar esportes só foi fundamentada com as estratégias de conteúdo da marca.

A ideia principal do marketing de conteúdo é que os clientes encontrem a empresa por meio de conteúdos relevantes criados pela marca, com o objetivo de atrair e engajar as pessoas para fazê-las conhecer, criar afinidade e se tornar consumidores fiéis.

Com isso, a Red Bull criou valor no seu produto e autoridade quando falamos de energético.

Por fim, nesse contexto, a empresa aparece como solução para o problema do consumidor e não mais um produto no meio de tanta publicidade.

Vendendo um estilo de vida

Atualmente, apesar de ter começado com os esportes, a Red Bull foca em um conceito mais amplo de energia. Ela vende um estilo de vida para a pessoa certa, na hora certa.

O Instagram da marca é recheado de vídeos e imagens de esportistas famosos fazendo manobras e raramente o produto é mostrado.

Com isso, eles acabam atingindo um público mais jovem, que gosta de ter energia, estão nessa rede social e, consequentemente, tem o hábito de consumir energético.

Portanto, como você pode ver, a marca não se preocupa em mostrar sua latinha e sim seus valores e o que você vai representar quando comprar seu produto.

Deixando o usuário participar

O conteúdo é importante para uma marca ou empresa que está tentando criar ou manter a reputação e a conscientização omnichannel. Por isso, a Red Bull tem sua própria empresa de mídia e está constantemente investindo em eventos que comercializam seus produtos e marcas.

Apesar disso, eles também são campeões em inspirar as pessoas a criar conteúdo para seus canais e disponibilizá-lo gratuitamente.

Spring was in the air @crystalmountain. @redbullairforce #redbull #speedriding #speedride

Uma publicação compartilhada por Andy farrington (@chexmachine) em

Esse conteúdo gerado pelo usuário é essencial nas mídias sociais e a Red Bull está bem ciente desse fato. Ele gera confiança entre os consumidores devido ao fato de ser autêntico, não pago e não influenciado por profissionais de marketing, influenciadores ou marcas.

Fazendo marketing de influenciadores

O conteúdo feito pelo usuário gera confiança com seus clientes, mas, ao mesmo tempo, o marketing de influenciadores também pode ajudá-lo, especialmente se você souber como escolher os embaixadores de sua marca.

A Red Bull fez um trabalho incrível ao alavancar essa estratégia de marketing, contando com conteúdo publicado por atletas influenciadores, como corredores livres, ciclistas, corredores e mergulhadores.

Esses atletas são patrocinados pela Red Bull ou participam de eventos patrocinados pela empresa.

Assim, ficou fácil de garantir que quando os esportistas compartilhassem seus vídeos e imagens dessas competições, a marca Red Bull estivesse presente de uma forma ou de outra.

Neymar

Campanha: Neymar Jr.’s Five

Nunca parando de se reinventar

A Red Bull nos mostrou várias vezes que é uma empresa líder de marketing, não apenas a produtora e distribuidora de bebidas energéticas. Ela sabe como se adaptar às mudanças e como adotar tecnologias e transformá-las em vantagem.

Eles começaram investindo em esportes radicais e aventuras, mas o objetivo final era criar consciência de marca que finalmente levasse à fidelidade entre seus fãs e clientes.

Em sua estratégia de branding tudo o que eles fazem é relacionado à marca por meio de produtos e slogans cuidadosamente colocados.

É ótimo convencer seu público-alvo a seguir sua marca, mas por que parar por aí? A Red Bull sempre tenta apontar para outro nicho e expandir para novos públicos. Até porque existem pessoas que não praticam esporte, mas gostam de energético.

A Red Bull Music Academy, por exemplo, foi criada pensando nos artistas que também precisam de mais energia.

Já a Red Bull TV, serviço de vídeo digital que apresenta o mundo da marca em eventos globais ao vivo, foi criada para atingir um grande número de pessoas que podem vir a ser possíveis consumidores. Esse produto está disponível para emissoras, nos aplicativos de TV (Amazon Fire TV, Apple TV, Chrome Cast, Kindle Fire, Xbox 360 e outras Smart TV’s) e também online em seu site.

Por fim, a Red Bull ContentPool também é uma ótima maneira de se envolver com o conteúdo da Red Bull. Esse site é onde a marca está fornecendo fotos e vídeos de alta qualidade para uso editorial, criadores de conteúdo como, agências de notícias, estações de TV, entre outros. O fato interessante é que você não verá uma marca d’água nas fotos, mas verá o logo usado em algum lugar no conteúdo.

Existem outros projetos interessantes que estão tornando a Red Bull a melhor empresa de mídia, você pode verificá-los nesta página da sala de mídia.

Gostou desse artigo e quer ver mais empresas que estão se inovando? Conheça a estratégia do Carrefour, maior supermercado brasileiro, para 2022.

Publicações relacionadas
Opinião

Reascensão da criatividade

Artigos

Compaixão e liderança vão bem juntas?

Artigos

A Mídia Out-Of-Home durante o coronavírus

Artigos

Nas estratégias de marketing, em que pé está o vídeo?