Marketing Digital no Agronegócio

Marketing Digital no Agronegócio: saiba como essas empresas estão usando o meio digital para atrair os produtores rurais

O agronegócio é um dos pilares mais importantes para o Brasil e é um setor que movimenta uma parcela considerável do PIB nacional.

O que acontece é que, mesmo sendo um dos setores que mais influencia na nossa economia, grande parte das empresas agro deixam de aproveitar as oportunidades para fazer mais negócios.

O marketing digital não é novidade para ninguém. A internet está repleta de conteúdo, e a toda hora nos deparamos com propagandas e mensagens nas quais as empresas tentam comunicar com o seu público.

Porém, quando comparado à outros mercados, o agronegócio ainda está muito atrasado no marketing online.

Sabemos que o público agro ainda encontra muitas informações em TV, Rádio, revistas e eventos, mas a internet é o meio que mais cresce em termos de busca de informações nesse setor.

Se você quer entender mais sobre as oportunidades que as empresas do agronegócio têm para crescer no mundo digital e também saber o que alguns players do mercado já estão fazendo, continue lendo esse artigo.

Oportunidades de Marketing digital no Agronegócio

Imagine uma terra imensa, onde existe uma quantidade imensurável de terreno para expandir sua produção. Esse é o cenário do marketing digital no agronegócio.

Diferente de outros setores, como o de tecnologia ou o do varejo, são poucas as empresas agro que usam de uma estratégia de marketing digital estruturada. Nesse contexto, conseguimos identificar uma oportunidade.

Com menos competição, fica mais fácil para as empresas pioneiras tomarem frente e destacarem no mundo digital.

A ideia de se posicionar bem na internet vai muito além de estar apenas seguindo uma tendência.

Imagine um evento 24 horas por dia, 7 dias por semana, onde você pode ter seu estande da maneira que você quiser, e pode compartilhar e conversar com seu público durante todo esse tempo: é esse sentimento que a internet proporciona.

Há ainda quem diga que o público agro não está na internet, mas os números mostram o contrário. Segundo uma pesquisa do Sebrae, feita no ano de 2017, 71% dos donos de microempresas rurais e 85% dos proprietários de empresas de pequeno porte no campo, usam smartphones no dia-a-dia.

Além disso o Censo Agropecuário do IBGE, de 2017, aponta que houve um aumento de 1790% no número de produtores com acesso à internet desde o ano de 2006 até 2017.

Por onde começar

Que o marketing digital já é um novo meio importante para o relacionamento com os clientes e a atração de novos compradores, nós já discutimos.

Agora vamos falar um pouco de como pode funcionar essa estratégia de marketing digital no agronegócio.

Entenda seu público

Tenho certeza que qualquer empresa quer atrair a pessoa certa para com qualquer tipo de comunicação.

Portanto, antes mesmo de colocar a estratégia em prática, temos que definir quem queremos atrair. E, para isso, nada melhor do que definir sua ou suas personas.

O conceito de persona é totalmente diferente do de público-alvo. Enquanto o público-alvo é baseado na descrição de um grupo demográfico que você procura atingir, a persona é uma descrição semi-fictícia do seu cliente ideal.”

Por ser uma descrição detalhada da pessoa que você quer atrair, conseguimos ter ações mais certeiras e sempre produzir conteúdos e comunicar da maneira correta.

Mantenha suas redes sociais ativas

Acompanhando o aumento do uso da internet no meio rural, as redes sociais são cada vez mais contempladas de conteúdo sobre o agronegócio.

No Facebook, por exemplo, existem centenas de grupos voltados para a discussão de assuntos relacionados ao campo. No Whatsapp, a mesma coisa acontece e os conteúdos são difundidos rapidamente.

Depois que já entendemos o nosso público e temos personas traçadas, podemos começar nossa estratégia de marketing nas redes sociais.

Conhecendo nossa persona, temos que identificar onde nosso público está localizado e em quais redes sociais vale a pena investir tempo. Manter as postagens sempre ativas ajuda no alcance de mais seguidores.

No caso do agronegócio, as empresas ainda têm uma oportunidade fora das redes sociais padrão. O YouAgro é a rede social do agronegócio.

A agtech, que já conta com mais de 5 mil usuários, foi feita exclusivamente para compartilhar conteúdo relativo ao agronegócio.

Aposte em estratégias de marketing de atração

Imagine um produtor de soja que quer ganhar mais dinheiro com sua plantação. Ele tem muitas opções.

Ele pode investir em defensivos agrícolas, comprar um maquinário mais novo, ou até adquirir aplicativos de gestão para organizar a produção.

O que é melhor?

São muitas opiniões diferentes, e hoje, como mostram as últimas pesquisas, a internet é o meio de pesquisa por informações que mais cresce.

Quem for mais facilmente encontrado consegue dar ao produtor a sua opinião, e acabar influenciando para a compra de um produto. Essa é a lógica do marketing de atração.

Dentre os milhares de players no mercado, temos que chegar primeiro ao nosso público. Para isso, é necessário entender seu funil de vendas. Temos que saber quais problemas nossa solução consegue resolver e também as outras opções no mercado.

Não adianta só falar do seu produto. Muitas vezes, o possível comprador ainda está buscando entender o problema que ele quer solucionar antes de pensar em comprar alguma coisa.

É nessa parte que o marketing de conteúdo pode ajudar (e muito). Produzir conteúdo relevante voltado para seu público ajuda a educar o mercado e a “descer o possível comprador” no seu funil de vendas.

Quem já está no mercado

Mesmo com essa imensidão de espaço para as empresas do agronegócio que ainda não investem seus esforços no marketing digital, já existem alguns players que já deram importantes passos e tomaram parte desse território disponível.

Um dos casos de sucesso do marketing digital no agronegócio é a Jacto. Reforçando seu nome no mercado como referência na agricultura, a multinacional paulista consegue engajar e responder dúvidas dos produtores rurais à todo momento com o seu portal online.

Na parte da pecuária, o Grupo Taura conversa com o público alvo dando dicas e compartilhando informações relevantes.

Algumas outras empresas também já compartilham conhecimento e se portam como autoridade no mercado do agronegócio, como o portal Tecnologia no Campo.

Os primeiros passos já foram dados, e as primeiras terras já foram tomadas no mundo digital. Agora resta saber quem vai colher os melhores frutos daqui pra frente. Afinal, ninguém quer ficar para trás, não é mesmo?

Quer saber as principais mudanças que a transformação digital está fazendo nas empresas? Leia o artigo: Transformação digital: entenda a estratégia que está revolucionando o mercado.