martech

Martech 2017: confira os dados e as principais tendências do mercado de tecnologia no Brasil

A efervescência do mercado de tecnologia e o nosso interesse em conhecer as estratégias de Marketing Digital nesse setor nos levaram a elaborar a pesquisa Martech, que chega agora em sua terceira edição (sendo todas elas realizadas em parceria com a Resultados Digitais).

Nesta terceira rodada da pesquisa, percebemos que a adoção de Marketing de Conteúdo no mercado de tecnologia vem crescendo ano a ano. Em 2015, 70% das empresas que responderam à pesquisa disseram já adotar essa estratégia, em 2016 esse percentual subiu para 73% e neste ano para 75%.

Os resultados trazidos pelo Marketing de Conteúdo são inegáveis: as empresas de tecnologia que o adotam geram quase 3x mais visitas no site e 3,3x mais leads em relação àquelas que não investem nessa tática.

Além desses dados, levantamos também informações sobre:

  • O perfil das empresas
  • O processo e as estratégias de vendas
  • Perfil das empresas que se consideram bem-sucedidas em Marketing Digital
  • Previsões de investimento para 2018
  • E diversas outras informações.

Confira o infográfico:

infográfico marketing para tecnologia

Desenvolvimento

Na coleta dos dados desta terceira edição da Martech, contamos com a participação de 652 profissionais de empresas de tecnologia de todo o Brasil.

O questionário online ficou disponível durante os dias 15 de agosto a 6 de setembro, foi enviado via email e publicado no Facebook, Twitter e LinkedIn da Rock Content e da Resultados Digitais.

Confira abaixo alguns dos principais resultados da pesquisa, conheça mais benchmarks sobre o setor de tecnologia e escolha as melhores soluções para a sua empresa!

Resultados

Modelo misto de aquisição de clientes

Mais da metade (57,8%) das empresas respondentes tem um modelo de aquisição de clientes misto, trabalhando estratégias Inbound e Outbound em conjunto.

Isso mostra que as empresas têm percebido cada vez mais que Inbound e Outbound podem andar juntos.

Equipe de marketing em empresas de tecnologia

Algumas empresas de tecnologia ainda não enxergam as áreas de marketing como a peça fundamental que são, o que pode ser percebido pelo número de negócios (15,2%) que não contam com ninguém integralmente dedicado a tocar essas ações.

Contudo, esse número diminuiu em relação a 2016, quando 23,4% das empresas não possuíam nenhum funcionário exclusivamente para cuidar do Marketing.

Exigência de cursos ou certificações em Marketing Digital

Entre as empresas que têm ao menos uma pessoa na equipe, 53,6% afirmaram não exigir nenhum tipo de qualificação em Marketing Digital desses profissionais.

O número é preocupante, já que esse é um importante canal de aquisição de clientes, e o preparo e certificação do time são essenciais para obter bons resultados e manter uma estratégia eficiente.

Porém, essa porcentagem também diminuiu em relação ao ano passado, quando 71,7% não exigiam qualificação em Marketing Digital de seus funcionários.

Eficácia das práticas em marketing digital

Cerca de 20,4% das empresas se consideram muito eficazes em suas estratégias de Marketing Digital; 45,2% se definem como moderadamente eficazes, e 21,9% se consideram pouco eficazes. Apenas 12,5% consideram não ter êxito nenhum com essa estratégia.

Entre as empresas que se declaram moderadamente ou muito bem-sucedidas em suas práticas de Marketing Digital (65,6%):

  • 90,3% adotam Inbound Marketing ou o modelo misto para aquisição de novos clientes (entre as que não se consideram bem sucedidas, esse percentual de adoção cai para 78,7%);
  • 50,2% exigem certificação em Marketing Digital (entre as que não se consideram bem-sucedidas, o percentual de exigência é de 31,1%);
  • 78,2% publicam posts no blog (nas empresas que se consideram mal-sucedidas, essa porcentagem é de 52,5%);
  • 56,4% publicam materiais educativos (essa porcentagem é de apenas 19,7% entre as que se dizem mal-sucedidas);
  • 83,8% utilizam Automação de Marketing (essa porcentagem é de apenas 52,5% entre aquelas que não se consideram bem-sucedidas);
  • 82,6% utilizam Email Marketing (entre as que se veem como mal-sucedidas, 63,9% usam essa estratégia);
  • 89,1% utilizam as redes sociais (este número cai para 78,7% quando falamos daquelas que se consideram mal-sucedidas);

Este resultado é o que apresenta as porcentagens mais aproximadas entre as empresas bem e mal-sucedidas.

Isso pode indicar que muitas empresas que se veem como mal-sucedidas ainda investem apenas na estratégia de posts em redes sociais — o que dificulta o alcance de resultados e, consequentemente, pode influenciar no êxito da empresa.

Conheça mais insights e dados dessa pesquisa no relatório completo da Martech: Benchmarks de Marketing Digital e Vendas para Empresas de Tecnologia 2017.

martech-post.png