Artigos

Tendências em cloud computing

Nuvem formada por pequenos quadrados representando dados tecnológicos

À medida que o coronavírus paralisou o deslocamento de pessoas em todo o mundo, as organizações se viram obrigadas investir em uma infraestrutura de TI que garantisse a continuidade de suas operações.

Nesse novo cenário, as empresas descobriram que é possível manter um alto nível de produtividade, desde que os funcionários tenham as ferramentas adequadas para se comunicar, acessar informações e executar suas respectivas tarefas. E quem já estava por dentro das maiores tendências em cloud computing saiu na frente dos adversários.

A transformação digital há um bom tempo é considerada um dos pilares para o sucesso de qualquer corporação. Mas a pandemia de covid-19 a transformou em um dos pilares de sobrevivência daqui para frente.

Tendências globais

A tecnologia de cloud computing vem atravessando um processo de ascensão contínua nos últimos anos. Graças aos seus recursos, empresas dos mais variados ramos conseguiram criar um ambiente flexível, escalável e personalizado à sua demanda.

Mas apesar de todas as vantagens oferecidas, muitos negócios encontravam resistência na transição para o modelo em nuvem.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Com os impactos da pandemia do coronavírus, esses gestores se viram obrigados a lidar com a urgência na implementação do trabalho remoto e na tecnologia como principal pilar do funcionamento de suas operações.

Agora, a presença do cloud computing é um caminho sem volta. E acompanhar as principais tendências desse ambiente será fundamental para manter a competitividade das organizações na retomada pós-crise.

Nuvem híbrida

O primeiro ponto que merece destaque é a continuidade da nuvem híbrida como modelo de implantação preferido. A combinação dos serviços privados com os públicos trazem mais flexibilidade às empresas. 

A nuvem híbrida fornece economias de escala e, ao mesmo tempo, segurança às informações confidenciais das empresas. Além disso, a demanda por esse tipo de solução deve ser motivada por fatores como eficiência de custo, escalabilidade e agilidade.

Segundo o site Entrepreneur, uma pesquisa recentemente realizada pela Gartner prevê que 75% das organizações implantem um modelo de nuvem híbrida ou várias nuvens ainda este ano. 

Computação de borda

Outra forte tendência em cloud computing para os próximos anos é a movimentação do edge computing, ou computação de borda, para o “centro do palco”.

Devido a um número cada vez maior de novos dispositivos IoT se conectando à Internet, bem como à implementação de softwares que exigem altos níveis de desempenho e alta latência, a computação de borda funcionará como um complemento aos data centers tradicionais — aproximando o armazenamento e a gestão de dados ao local necessário. 

Levantamentos apontam que o número de dispositivos conectados às redes IP será mais de três vezes a população global até 2022. Da mesma forma, até 2025, 75% dos dados gerados pelas empresas serão criados e armazenados dessa forma. 

O modelo DevOps

A metodologia DevOps está intimamente relacionada com a ideia de desenvolvimento ágil e qualidade na entrega de valor — seu objetivo é fazer com que desenvolvedores de softwares e a equipe de infraestrutura trabalhem harmonicamente em prol de maior eficiência.

O propósito da tecnologia em nuvem é amparar projetos de transformação digital por meio de economia de custos , agilidade na criação de aplicativos e implantação simplificada. Assim, o mais esperado para o futuro próximo é uma grande requisição do modelo do DevOps para fortalecer a automatização de processos.

Eles usam microsserviços modernos e arquiteturas sem servidor, o que os leva a oferecer alto desempenho com uma menor complexidade.

Educação, saúde e outras áreas

A disseminação da covid-19 trouxe obstáculos de diversas naturezas para o mundo empresarial, mas nem todas essas mudanças devem ser encaradas como algo negativo. Ao contrário, esta é uma oportunidade para refletir e avaliar todo potencial de manter cada negócio mais competitivo.

No que diz respeito às tendências em cloud computing, a adoção de boas estratégias pode ajudar empresas dos mais variados segmentos a atingirem um posicionamento bem-sucedido no futuro e, sobretudo, proporcionar as melhores soluções para o seu público.

Na área da saúde, por exemplo, a computação em nuvem será uma importante aliada na otimização de tempo e qualidade no atendimento aos pacientes, uma vez que os médicos e enfermeiros ganham acesso ágil a informações presentes nos sistemas online.

O cloud computing ainda é uma peça-chave para que tecnologias de Inteligência Artificial (IA) auxiliem em tarefas como:

  • distribuição de leitos;
  • diminuição no tempo de espera nas salas de emergência;
  • monitoramento remoto de pacientes;
  • privacidade de informações sigilosas.

A computação em nuvem também permite o desenvolvimento de novas dinâmicas para escolas e instituições afins — uma solução facilitadora não apenas para os profissionais de computação, como também para os alunos, cuja acessibilidade de conteúdos foi ampliada com os métodos de ensino online.

De uma forma geral, o cloud computing vai beneficiar todos os segmentos com processos mais fluidos, baratos, seguros, e com a possibilidade de atuação remota.

Cloud computing no pós-crise

Quando falamos em retomada das atividade após o período de crise, uma das certezas que se aplicam a todas as modalidades de negócios é a dependência das tecnologias. 

Sem a escalabilidade das plataformas em nuvem, por exemplo, muitos deles não teriam sobrevivido aos impactos que o isolamento social causou à rotina de trabalho nos ambientes físicos.

Aqueles que já eram nativos da nuvem vão continuar sendo rápidos, ágeis, e incorporando as ferramentas mais modernas para o setor de TI. À medida que as empresas adotam mais aplicativos e sistemas automatizados, maior a necessidade de um gerenciamento eficiente dos seus ambientes de nuvem.

Já para as companhias que lutaram para ficar online durante a pandemia, ainda há um longo caminho a ser percorrido.

Outro aspecto relevante é que existem alguns pontos na cultura das startups que com certeza geram bons ensinamentos, e que os demais empreendimentos também estarão inclinados a seguir no pós-pandemia.

Como cultura escala seus negócios, reconhece os próprios valores e possui uma mente aberta para novos insights e tecnologias passa a ser uma questão fundamental até mesmo para atrair os melhores talentos — esse é um dos segredos para que a sua empresa evolua e obtenha sucesso.

Embora seja difícil prever como serão exatamente os próximos meses, estar por dentro das tendências em cloud computing pode trazer consequências muito positivas e inovadoras, sobretudo em relação à forma de se produzir.

Mais do que resistir à crise, o cloud computing é uma maneira de garantir os insumos necessários para gerar valor aos seus clientes, que também enfrentam dificuldades nesse momento e estão ansiosos por novidades, como as compras em lojas físicas sem sair de casa.

Banner de download da 4ª edição da Rock Content MagazinePowered by Rock Convert
Publicações relacionadas
Artigos

O profissional T do Marketing

Artigos

Leitura ganha destaque na quarentena

Artigos

Mumbuca, o dinheiro maricaense

Artigos

Os primeiros passos em machine learning